Faça uma busca


|
Publicado em: 13 de dezembro de 2018

Como calcular preço de venda e lucrar com produtos caseiros

Fique atento: precificar incorretamente seus produtos podem te fazer ter prejuízo mesmo sendo um sucesso de vendas.

Imagem: PointImages/iStock

Aqui em nosso canal de Economia nós trazemos as melhores oportunidades não só para economizar como também para ganhar dinheiro. Por isso, já fizemos sugestões de como você pode fazer uma renda extra em datas comemorativas. E agora, no Natal, não poderia ser diferente! É tempo de presentear e aproveitar oportunidades. Dessa vez, a dica é sobre a precificação de seus produtos caseiros. Você sabe como calcular preço de venda corretamente? Descubra no artigo abaixo e tenha lucro.

Caso esteja começando agora, encontre dicas práticas em “Como montar o seu próprio negócio e ter sucesso” e confira várias sugestões de produtos culinários ou artesanais que podem ser o pontapé inicial para sua renda extra em “Ideias para ganhar dinheiro no Natal com artesanato e culinária”  ou experimente umas das receitas de “Red velvet e outras receitas para ganhar dinheiro“.

 

Para calcular preço de venda você precisa considerar os seguintes itens:

 

 

Os custos fixos e insumos são os gastos necessários para a produção, como:

  • Gasto com materiais ou ingredientes. Incluindo embalagens e embrulhos para presente;
  • Custos com o consumo de gás ou de luz. Neste caso, estime o consumo considerando o tempo gasto na produção do produto;
  • Se você já emite nota fiscal, considere os valores dos impostos;
  • Se você já aluga um espaço ou conta com ajudantes, considere também esses gastos.

Como calcular o preço de venda de seu produto:

  1. Some todos esses custos e divida pela quantidade de unidades que você consegue produzir. É importante definir um período de tempo para fazer a conta. Por exemplo, se está considerando os gastos que tem por mês, pense em quanto produz mensalmente. O resultado será o seu custo fixo unitário.
  2. Ao resultado desta conta some a sua margem de lucro.
  3. Sua margem de lucro nunca deve ser menor do que 50% da soma dos custos. Pronto, agora você chegou ao seu preço de venda final unitário.
  4. Adicione, quando for o caso, as taxas de entrega ou frete, que serão pagos pelo comprador.

 

Dica extra

Vale a pena também fazer uma pesquisa sobre o valor de produtos semelhantes que estejam sendo vendidos em sua região. Assim, você pode pode saber se está junto com a média de preços dos concorrentes. A menos que seu produto tenha um diferencial que justifique um preço mais alto, como qualidade superior ou embalagens especiais, ficar acima da média de preços da concorrência pode não ser um bom negócio.

Agora que você já sabe fixar preço para seus produtos caseiros, siga em frente e boas vendas!

Por Samasse Leal

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados