Você tem vontade de investir em um novo negócio ou começar uma segunda atividade para complementar a renda ou por porque quer mudar de ramo, mas não sabe como? Descubra com essas 6 dicas abaixo que não é tão difícil. E torne-se já um empreendedor de sucesso!

1 – Informe-se

Nós já falamos aqui no site sobre a importância de se informar antes de abrir um negócio. Nós revelamos o caminho das pedras e ensinamos tudo no nosso post: Como montar o seu próprio negócio e ter sucesso! Nele reunimos informações práticas e links para sites essenciais para quem quer empreender. Lá você pode acessar o site de educação à distância do SEBRAE e o portal do empreendedor – site do governo federal criado para microempreendedores individuais – MEI. Com isso conheça o lado mais burocrático de iniciar um negócio, obter um CNPJ, emitir uma nota fiscal, etc. O custo mensal da legalização como MEI gira em torno de R$ 50,00. No entanto, consulte as atividades permitidas para essa categoria de tributação que tem limite de faturamento em torno de R$ 80 mil.

2 – Faça um Plano de Negócios e coloque suas ideias em prática

Seu hobby ou habilidade, como cozinhar, fazer doces, costurar, crochê, artesanato de todo tipo, itens de papelaria para festas, consertar brinquedos ou outros objetos, podem ser a porta de entrada para uma nova carreira ou uma fonte de renda alternativa. A ideia do empreendedorismo está relacionada a buscar uma alternativa; portanto invista em uma opção diferente da atividade que você já exerce e garante a sua renda atualmente;

3 – Conheça o mercado e os potenciais clientes

Defina para qual tipo de público você vai oferecer o seu produto ou serviço. Pesquise na internet e nas redondezas do local onde pretende estabelecer seu negócio as necessidades e desejos dos potenciais clientes, o que gostariam que fosse diferente no serviço ou produto que já existe, para buscar uma novidade ou um diferencial. Você também pode optar por trabalhar em casa evitando custos com endereço comercial. Neste caso invista em uma plataforma de vendas virtual na internet. Existem sites já famosos de artesão nos quais você pode abrir uma lojinha; uma boa opção por exemplo é o site Elo7. Pesquise os custos e regras destes serviços, o que pode ser vendido, comissões e taxas, regras de divulgação dos produtos, etc. Neste caso, o diferencial para os clientes pode ser apenas preço. Então pesquise os valores de produtos semelhantes para saber se você consegue produzir com custo semelhante;

4 – Conheça seus concorrentes

O resultado de uma pesquisa de mercado pode ser uma informação essencial para a tomada de decisão. Além de pesquisar sobre o preço que praticam, conheça como fazem sua divulgação, marketing, que tipo de palavras-chaves utilizam nos seus sites, blogs, plataformas de vendas e em redes sociais para atrair clientes. Pense em estratégias para alcançar os clientes e garantir um giro mínimo que viabilize o negócio, como conseguir um cliente pessoa jurídica para quem fornecer regularmente, ou uma revenda que já tenha uma clientela, garantindo assim o custeio dos gastos fixos.

5 – Invista na Internet

Em tempos de tecnologia avançada as redes sociais têm sido mais do que aliadas, se transformaram em verdadeiros canais de negócios. Crie páginas próprias para o seu negócio nas plataformas mais utilizadas como Facebook e Instagram. Convide amigos para curtirem as páginas e comentarem seus post movimentando seus perfis, crie regras de publicação como horários e dias fixos na semana, mas considere arcar com custos de publicidades também nesses canais (posts pagos). Se optar por vendas via WhatsApp, tenha um número telefônico exclusivo para o seu negócio e considere este custo no seu Plano de Negócios (todos os gastos devem ser considerados na precificação do seu produto);

6 – Especialize-se

Faça cursos, melhore constantemente o seu produto ou serviço, adquira programas ou planilhas de gastos/custos que ajudem a fazer a contabilidade e parte financeira do seu negócio. Organização e planejamentos são itens obrigatórios para o sucesso do negócio. Calcule o tempo que espera obter o retorno para o investimento inicial. Esse planejamento é imprescindível para controlar a ansiedade que envolve a criação de um negócio novo. Muitos empreendimentos e franquias podem levar alguns anos para se pagar e começar a gerar lucro. Analise se é viável abrir o negócio num determinado prazo esperado para o retorno. E principalmente mantenha as finanças e os bens do seu negócio sempre separadas das suas finanças pessoais; misturar as coisas pode levar você à falência e a perder o controle sobre o valor investido no negócio.

Ser um investidor de sucesso parece complicado por conta de tantas recomendações, mas não é. Prever riscos e problemas que podem acontecer para evitá-los ou contorná-los e se preparar para imprevistos são medidas que garantem o sucesso do negócio. Se surgir um problema você já vai estar preparado para resolvê-lo e não vai perder o foco no que precisa ser feito e dado seguimento. Agora que você já aprendeu as dicas para ser um empreendedor de sucesso, basta colocar tudo em prática!

POR SAMASSE LEAL

LEIA TAMBÉM