Faça uma busca
|
Publicado em: 30 de maio de 2020

Nova Zelândia: conheça o país que zerou as internações por Covid-19

Conheça tudo sobre esse pequeno país da Oceania que tem chamado bastante atenção

Imagem: huafires/iStock
Publicidade


As duas ilhas do oceano Pacífico que constituem a Nova Zelândia têm chamado atenção por outro motivo que não apenas suas paisagens exuberantes. Desde março, antes que os casos de Covid-19 se espalhassem pelo país, medidas severas de contenção da doença foram iniciadas. E o resultado das decisões tomadas pelo governo podem ser vistas atualmente, com o fim das internações por coronavírus.

Vale dizer que o país realizou 267.435 exames na população (quase 5 milhões de habitantes) e registrou ao todo 1.154 casos de Covid-19 e 21 mortes.

Medidas implementadas

Depois da Áustria, Austrália, República Tcheca, Israel, Grécia e Dinamarca, a Nova Zelândia conseguiu controlar a transmissão comunitária e hoje já põe em prática seus planos de flexibilização da quarentena. Inicialmente, o país determinou o fechamento das fronteiras, proibindo, assim, os voos internacionais. O comércio de serviços não essenciais foram fechados, as atividades culturais suspensas e os voos domésticos cancelados. Ou seja, o país se fechou para poder se curar.

Com o passar dos dias, e as análises de controle da doença sendo positivas, as medidas foram amenizadas; mas mantendo o distanciamento social. Todas essas ações só deram resultado pela atuação firme e corajosa da primeira-ministra Jacinda Arden, que, inclusive, reduziu em 20% o salário dos executivos públicos, ministro e dela mesma por causa da crise. Já para atenuar os impactos futuros na economia, gerar mais empregos e alavancar o turismo, instituiu uma jornada de trabalho de 4 dias na semana.

Publicidade


Nova Zelândia além do coronavírus

Mas a Nova Zelândia é muito mais do que um país que conseguiu contornar os problemas da pandemia. Ele possui belezas distintas, desde o frio dos glaciares, até as praias das ilha do sul, e uma cultura única. Portanto, se tiver vontade de conhecer melhor a Nova Zelândia quando a pandemia passar, tenha certeza de que não irá se arrepender. Apesar de levar algumas (muitas!) horas para chegar a Auckland, uma das cidades mais visitadas, vale a pena o investimento. O país possui um infraestrutura incrível para as atividades turísticas.

Conhecido como um dos principais destinos para quem curte esportes de aventura, os visitantes podem contar com rotas por trens e ônibus que os levarão a locais perfeitos para praticar escalada e trekking, por exemplo. Porém, se desejar se aventurar pelas estradas, precisar ter habilidade para dirigir na mão inglesa. Mas se você não for adepto aos esportes, e for fã da trilogia de Senhor dos Anéis, poderá aproveitar o roteiro especial que levará para a lindas locações dos filmes.

A Nova Zelândia é um país de muitos encantos. Desde sua cultura maori até suas cidades modernas e preparadas para receber turistas do mundo inteiro. Veja algumas imagens e planeje sua próxima viagem.

Por Thaís Garcez

  • superjoseph/iStock

    Lago Wanaka

    O lago leva o mesmo nome da cidade e é mundialmente conhecido por ter uma árvore que nasce do meio das águas.


  • Christopher Heil/iStock

    Glaciares Franz Josef e Fox

    Os glaciares que ficam na costa oeste da ilha sul podem ser visitados por um passeio de helicóptero, que pousa no topo das montanhas para que os turistas possam caminhar.


  • SyafiqArshad/iStock

    Cidade de Queenstown

    A cidade-resort que fica na ilha sul tem fama de ser a capital mundial dos esportes radicais. O primeiro bungee jumping do mundo foi instalado lá, inclusive.


  • Francisco-deSouza/iStock

    Milford Sound

    Situado na região de Fiordlan, o Milford Sound é o mais acessível dos fiordes da região. Pode ser visitado de carro ou de navio.


  • DVrcan/iStock

    Hobbiton

    Hobbiton é o nome da vila dos Hobbits, da trilogia O Senhor dos Anéis, e fica em uma fazenda em Waikato. Os donos mantém o cenário intacto para visitação.


  • superjoseph/iStock

    Champagne Pool

    O lago termal fica no Parque Wai-O-Tapu, na cidade de Rotorua. A temperatura é altíssima e o espetáculo, lindíssimo.


  • natmint/iStock

    Vila termal maori

    Esta vila fica na cidade de Rotorua, onde estão concentradas as maiores atividades geotermais do país. Por isso, não se assuste com o cheiro de enxofre e vapores saindo dos bueiros da cidade.


  • Geoff Eccles/iStock

    Cidade de Napier

    Depois de ser destruída por um terremoto nos anos 1930, a cidade foi reconstruída no estilo da época, e o Centro se manteve assim até os dias de hoje. É como visitar o passado.


  • Lukas Kastner/iStock

    Catedral anglicana da cidade de Christchurch

    A catedral anglicana é uma atração da cidade de Christchurch por ser construída com papelão e vitrais reciclados. Sua estrutura é resistente às mudanças climáticas, e sua beleza vale a visita.


  • Kuntalee Rangnoi/iStock

    Vale Hokitika Gorge

    Apesar de não ser muito visitado, o vale reserva um surpreendente rio de cor azul turquesa que não decepciona ninguém. A cor é resultado das águas de degelo dos glaciares ao redor.


  • Martin Vlnas/iStock

    Cidade de Wellington

    A capital da Nova Zelândia é o destino certo para quem deseja fazer intercâmbio. Além disso, possui diversos museus, teatros e o icônico bonde vermelho que liga dois pontos da cidade.


  • Sage Robinson Photography/iStock

    The Beehive

    O inusitado prédio do parlamento neozelandês, que fica na cidade de Wellington, recebeu esse nome por parecer uma colmeia (The Beehive).

     


  • stefaniedesign/iStock

    Cidade de Auckland

    A cidade de Auckland vai muito além da famosa Sky Tower, onde os mais corajosos se aventuram a fazer bungee jumping ou dar apenas uma voltinha aos seu redor numa plataforma nas alturas. A maior cidade da Nova Zelândia tem muitas opções de lazer, paisagens deslumbrantes e um infraestrutura impecável.


  • 7Michael/iStock

    A casa da assembleia (Te Papaiouru Marae)

    Esta casa fica na cidade de Rotorua e abriga parte da cultura maori, desde as madeiras entalhadas na entrada, até a história que está no seu interior.


  • ZambeziShark/iStock

    Waitangi Treaty Grounds

    Este é o berço da civilização neozelandesa. Lá é possível encontrar muito da história maori, como as canoas de guerra (foto), museus e apresentações culturais. Também é possível fazer um tour guiado com os nativos do lugar.


  • AsianDream/iStock

    Museu Te Papa Tongarewa

    O Museu Te Papa fica na cidade de Wellington e é totalmente interativo. Tem como objetivo apresentar a história e a cultura da civilização maori de forma simples para todos os tipos de público. A entrada é grátis.


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close