Há muitas coisas que podem nos ajudar a relaxar e, certamente, uma das melhores é dar boas risadas. Confira abaixo algumas histórias engraçadas enviadas por nossos leitores e reponha suas energias para a segunda-feira!

Voltei a estudar já na meia idade, o que significava que alguns de meus colegas de turma eram 20 anos mais novos. Mesmo assim, muitos se tornaram meus amigos.
Há pouco tempo, topei com um deles em um restaurante do qual é gerente. Ele, meu marido e eu tivemos uma conversa agradável na fila do caixa. Ao nos despedirmos, meu jovem amigo explicou ao casal que estava atrás de nós:
– Ela e eu fomos colegas de faculdade.
Notei o olhar confuso no rosto dos dois. Mais tarde, perguntei a meu marido:
– O que você acha que eles pensaram?
– Ou que ele teve uma vida muito fácil – ponderou –, ou que você teve uma muito dura.

Barbara Outlaw Lee

Minha tia Hortência era uma pessoa vaidosa e não contava a idade para ninguém. Certa vez, uma de suas netas perguntou quantos anos eu tinha. Ela ficou brava:
– Nunca pergunte a idade de uma mulher! – ensinou à neta.
Expliquei que isso não me incomodava. Tia Hortência disse:
– Sabendo a sua idade, ela faz as contas e descobre a minha. E isso não admito!

Ligia Pinto Cunha

De volta à escola secundária para a comemoração de dez anos de formatura, encontrei meu antigo treinador. Caminhando pelo ginásio de esportes, deparamos com uma placa na qual eu ainda era relacionado como o recordista da mais longa rebatida no softball.
Ao notar minha surpresa, o treinador observou:
– Esse recorde será seu para sempre.
Eu estava para dar uma de modesto e alegar que recordes existem para ser quebrados, quando ele acrescentou:
– Faz anos que deixamos de praticar esse esporte.

Gene Head

dor nas costas que o marido da minha amiga sentia por causa do colchão não o deixava ter uma noite de sono tranquila.
– Vou dormir no sofá até me sentir melhor – anunciou ele.
Sua mulher, então, não resistiu e disse:
– Tá. Mas, quando a gente tiver uma briga, você volta para a cama!

Anna Guthrie

Minha mãe, mestra em me fazer sentir culpada, me mostrou uma foto dela ao lado de um telefone que nunca toca.
Mãe, eu ligo sempre – argumentei. – Se você tivesse secretária eletrônica, saberia disso.
Logo depois, meu irmão instalou uma para ela. Quando liguei de novo, a secretária atendeu: “Se você é vendedor, aperte 1. Se é amigo, aperte 2. Se é a minha filha que nunca liga, aperte 192, porque provavelmente vou ter um ataque cardíaco com o susto.”

Susan Starace Balducci

No aeroporto, a mulher diz ao marido:
– Eu sei, perdemos o avião. Mas foi por um minutinho só, querido. Se você não ficasse me apressando daquele jeito, nós chegaríamos mais tarde e não teríamos de esperar tanto pelo próximo voo!

Claudionor Ritondale