Faça uma busca
|
Publicado em: 21 de novembro de 2019

5 bons conselhos para problemas da vida

Confira alguns conselhos que preparamos para você!

Imagem: fizkes/iStock

Encontrar um bom conselho para os problemas da vida, grandes ou pequenos, é como beber água de uma mangueira. Há uma torrente de conselhos chegando depressa demais para conseguirmos o gole tão desejado. E, nesse dilúvio, há pouquíssimos fatos e muitos "especialistas" querendo empurrar uma ideia ou dispositivo para finalmente se aposentar e ir morar no sul da França. E se você tivesse a confiável Versão de Seleções – bons conselhos bem-explicados – para aprender a dizer não, escrever um bilhete de agradecimento e contar uma história para o seu filho a noite? Eis aquele gole para matar a sede que você tanto esperava.

Primeiro conselho: aprenda a dizer não

Quando o presidente da Associação de Pais e Mestres lhe pede para organizar a venda de bolos, ou quando um colega de trabalho lhe implora que assuma o seu projeto enquanto ele sai de férias, é fácil – para não dizer incrivelmente simpático – concordar e ajudar. 

O difícil é continuar quando fica cheio de trabalho e obrigações familiares. Para isso, a solução é dizer não. Com firmeza e educação, e sem ressentimentos. O truque? Seja breve. Eis o que realmente funciona:

"Não, mas obrigada por me pedir." 

Ou, ainda:

"Adoraria, mas simplesmente não tenho como dar conta de um compromisso tão grande assim. Posso ajudar de outra forma?"

Segundo conselho: Escreva um bilhete de agradecimento

Para esse não há substituto. Nada nos livra dele: não adianta ter pedido o presente, não gostar do presente ou ter dito "Muito obrigada" na hora em que o recebeu. Se não optar por mandar uma mensagem virtual, escolha o clássico bilhete de papel. Por isso, pegue uma caneta (de preferência azul ou preta) e um bom papel – um cartão simples, branco ou creme, serve. 

O bilhete não precisa ser longo – três frases resolvem. Mas tem de mencionar o presente, o prazer que sentiu com ele e como apreciou a demonstração. 

Tente escrever o bilhete o mais cedo possível também. E se você também tiver dúvidas como dar os pêsames a pessoas queridas, confira esse post!

Terceiro conselho: aprenda a contar uma história na hora de dormir

Lemony Snicket, escritor de sucesso (autor de Desventuras em Série), dá suas dicas:

  • Pergunte ao seu filho qual será o título. Assim, você ganha tempo e divide com ele a culpa se a história não for boa. 
  • Dê aos vilões o nome de quem o tratou mal na escola.
  • Quando não souber o que inventar, lembre-se do conselho de Raymond Chandler: "Na dúvida, faça dois caras entrarem armados pela porta." O equivalente para a hora de dormir seria usar como personagem um animal falante e desajeitado carregando uma bandeja de tortas cremosas. 

Você sabia que Seleções possui um clube do livro? Assinando esse clube a cada dois meses você recebe em casa um livro de capa dura contendo quatro histórias animadas, inspiradoras e muito divertidas. 

Quarto conselho: saia da mesmice

Como disse a romancista Ellen Glasgow, "a única diferença entre uma rotina e um túmulo são as dimensões". Christian Parsons trabalha num campo (publicidade) em que a mesmice é fatal. No seu blog, ideadrunk.com, ele lista 40 maneiras de dar uma arrancada em que se atola a mesmice. Confira algumas delas:

  1. Chegue cedo ao trabalho;
  2. Converse com uma criança de 8 anos;
  3. Converse com uma pessoa de 80 anos;
  4. Faça algo artesanal;
  5. Convide a pessoa mais inteligente que conhece para almoçar;
  6. Dance;
  7. Escreva uma carta – usando caneta;
  8. Visite exposições de arte;
  9. Passe a tarde numa loja de brinquedos;
  10. Coma uma cestinha de frutas frescas.

Quinto conselho: evite gafes

Sem dúvida, você já viu ou cometeu mais de um desses tropeços estúpidos. Evite-os e depois não terá de se desculpar constrangido. 

  • Nunca comente a gravidez de uma mulher, a menos que tenha certeza de que ela está grávida.
  • Nunca suponha que duas pessoas sejam (ou não) um casal com base em raça, sexo, idade ou poder de compra.
  • Na correspondência comercial, nunca deixe de usar o sobrenome de quem você não conhece. 
  • Nunca escreva no Facebook ou no Twitter nada que o seu chefe (ou a sua mãe) não devesse ver. Tem outras dúvidas sobre etiqueta digital? Confira aqui!

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close