Você é uma pessoa espiritualizada? A espiritualidade se torna importante quando você começa a perguntar o porquê da vida. Também quando percebe o senso de mistério que a envolve ou adota uma crença de que há mais vida do que se pode ver ou compreender por completo. Ela pode estar ligada a uma religião, mas não necessariamente.

Um novo olhar

A espiritualidade tem forte relação com a resiliência e o envelhecimento bem-sucedido. Uma perspectiva espiritual sobre a vida permite que você veja além das deficiências físicas, porque as enxerga apenas como um aspecto da vida. Também o ajuda a responder e a lidar com a pergunta “Por que eu?” quando coisas ruins acontecem. Uma perspectiva espiritual também ajuda a lidar com situações que você não consegue controlar. Este é um componente fundamental para evitar o estresse. Se você vê o mundo como algo superior a você mesmo e admite a existência de algum “poder maior”, seja Deus ou outra força, torna-se mais fácil renunciar ao controle.

Como um pesquisador observou, “Espiritualidade é a capacidade de permanecer fora de nós mesmos e considerar o significado de nossas ações, a complexidade dos nossos motivos e o impacto que causamos ao mundo.”

A espiritualidade também foca a sua mente no presente, enfatizando a consciência plena ao longo do caminho. Na vida moderna, tendemos a andar com pressa e a nos concentrar no futuro. A perspectiva espiritual reconhece a importância do apoio social, em termos de dar e receber.

Espiritualidade e saúde

Estudos constataram que participar de uma cerimônia religiosa uma vez por semana reduzia os níveis de inflamação no sangue. Além disso, levava à redução das taxas de morte ao longo de 12 anos. Tudo isso independentemente do peso, das doenças, dos níveis de depressão ou da idade da pessoa. Pesquisadores escoceses observaram que pessoas com fortes crenças religiosas eram menos propensas à solidão quando envelheciam. Já pesquisadores canadenses descobriram que idosos que participavam de atividades relacionadas à igreja eram muito mais saudáveis do que os que não participavam de tais atividades. Outros pesquisadores notaram que idosos que vão à igreja uma vez por semana têm pressão arterial mais baixa. Além disso, tinham menos gordura abdominal, colesterol HDL (bom) mais alto e níveis mais baixos dos hormônios do estresse de ação inflamatória.

Para muitas pessoas, espiritualidade e religião são a mesma coisa – mas não precisam ser. A paixão pela natureza, a crença em energia de cura, a fé na ciência e nas leis naturais da existência, ou apenas uma consciência forte do bem contra o mal, tudo isso dá propósito e direção à vida. Em última análise, o que realmente importa para sua saúde não é aquilo em que você acredita, mas simplesmente o fato de que você acredita em alguma coisa com o seu coração e a sua alma.