Para Mário Quintana, “a amizade é um amor que nunca morre”. Leitores de Seleções compartilharam conosco suas recordações e mensagens de amizade. Confira algumas delas, verdadeiras e emocionantes!

“Eu cresci numa família que não demonstrava afeto. Eu sabia que era amada, mas isso raramente era expressado, nem em palavras nem em abraços. Então, aos 40 anos, conheci Judy. Logo percebi como ela frequentemente dizia aos filhos que os amava e como abraçava as pessoas ao encontrá-las e ao se despedir. Como acontece com qualquer hábito adotado, quanto mais o praticava, mais ele se tornava fácil para mim. Agora, nunca deixo de abraçar amigos ou pessoas da família, e isso mudou completamente a forma como me relaciono com eles. É um sentimento maravilhoso. Ah! Eu te amo, Judy!”

BETTY PLOUGH

“Quando passei por um período de depressão, com dificuldade para dormir sozinha, em um dia especialmente ruim fui passar a noite no apartamento de um casal de amigos. Vendo que eu não estava bem, minha amiga fez questão de dormir no quarto onde eu estava.”

E. BARRETO

“Meu noivo desistiu do casamento três dias antes da cerimônia. Então, todo anos, no meus suposto aniversário de casamento, meu melhor amigo me manda uma foto hilária (e completamente inadequada), me lembrando de como escapei de uma furada. O bom humor dele alegra meus dias.”

Turma da Mônica e Corpo Humano

JASON WOODS

“Como moramos em diferentes estados do país, minhas três melhores amigas (Miranda, Rachel e Johlandi) e eu nos comunicamos por mensagens em grupo. Compartilhamos lutas, queixas e triunfos diários e, o mais importante, risadas. Essas mulheres especiais respondem a tudo o que eu conto a elas sem qualquer julgamento, me permitindo ser tão vulnerável quanto eu preciso. Por outro lado, é maravilhoso poder ajudá-las a atravessar seus momentos difíceis.”

LAUREN YOUNG

“Após sete anos lecionando, fui demitida antes de o ano letivo terminar. Para piorar, alguns dos outros professores pararam de falar comigo. Mas uma colega de trabalho ficou ao meu lado, chegando ao ponto de pedir ao reitor que me deixasse trabalhar com ela até o fim das aulas. Apesar de relutante, ele concordou. Continuar a dar aulas me devolveu a dignidade. Estou agora em outro emprego, no qual me sinto feliz e segura.”

BETH KLEMENTOVIC

Veja mais

5 incríveis benefícios da amizade que você não imagina

o valor da amizade em qualquer idade

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!