Faça uma busca
|
Publicado em: 8 de abril de 2021

Camellia Sinensis: para que serve o “verdadeiro” chá

Descubra como fazer o "verdadeiro" chá e os benefícios dele para a sua saúde.

Imagem: KariHoglund/iStock

Embora no Brasil e em Portugal qualquer infusão seja chamada de chá, você sabia que somente a bebida produzida através das folhas da Camellia Sinensis é verdadeiramente um chá? Outras infusões de folhas, flores, ou raízes de uma planta em água quente são, na verdade, tisana.

A planta Camellia Sinensis, também conhecida como chá-da-índia, é uma planta do tipo arbustiva, comum em regiões subtropicais. O primeiro registro do chá data do Século III a.C. no sudeste asiático. No Brasil, o cultivo da Camellia Sinensis teve seu início no século XIX.

Leia também: Chá para diabetes: 5 chás para controlar naturalmente a glicemia

Quais os benefícios da Camellia Sinensis?

O “verdadeiro” chá possui uma série de componentes que podem proporcionar muitos benefícios ao corpo humano, dentre eles estão a cafeína, flavonoides, teofilina e tanino. Esses componentes podem oferecer alguns benefícios tais como:

  • auxiliar no tratamento e controle da asma;
  • auxiliar no tratamento de doença pulmonar obstrutiva crônica;
  • estimular o sistema nervoso central;
  • aumentar a concentração;
  • melhorar o humor;
  • aliviar os sintomas da TPM;
  • melhorar a absorção de vitamina C;

Além dos benefícios citados acima, o chá também possui ação diurética, antioxidante, antidiarreica e anti-inflamatória.

Camellia Sinensis é o verdadeiro chá
Palntação de Camellia Sinensis (Imagem: Chalabala/iStock)

No entanto, apesar dos diversos benefícios para a saúde, tomar muito chá também pode trazer causar agitação, dores de cabeça, insônia, ansiedade, convulsão, contração dos vasos sanguíneos, aceleração dos batimentos cardíacos e diminuição da absorção de ferro.

Quais as variações do Camellia Sinensis?

O chá branco, o chá verde, o Oolong e o chá preto são variações do Camellia Sinensis. Confira abaixo a diferença entre eles:

Chá branco: é feito através das folhas e brotos jovens e sem passar pelo processo de oxidação. Sua cor é mais clara e seu sabor mais suave.

Chá verde: é feito com a folha e os botões da planta, já em processo de oxidação. Passam por uma vaporização e secagem natural. O chá verde possui um sabor mais amargo.

Camellia Sinensis é o verdadeiro chá
O chá verde é uma das variações do Camellia Sinensis (Imagem: taa22/iStock)

Chá amarelo: passa por um tempo maior de vaporização e secagem. As folhas ficam amarelas e seu sabor é mais suave e refrescante.

Chá vermelho: as folhas são armazenadas para passarem pelo processo de fermentação, fazendo com que fiquem em tons mais terrosos.

Chá preto: as folhas passam por um processo de oxidação maior, que as deixa pretas. É o tipo de chá mais consumido no mundo e seu sabor é bastante acentuado. 

Chá oolong: é um tipo de chá que é intermediário entre o verde e o preto. Seu processo de secagem é rápido, para serem submetidos a uma fermentação, também rápida. Seu sabor é menos amargo, se comparado ao chá preto. 

Chá matcha: é resultado de um processo único anual onde as plantações são protegidas da luz solar antes de serem colhidas. Com isso, a planta é forçada a lutar para seguir crescendo e resulta em folhas longas, macias e finas. 

Chá banchá: Quando comparado ao chá verde, este é um chá mais suave. Feito a partir de folhas maduras, ele não passa pelos mesmos processos que os outros. 

Como fazer o verdadeiro chá?

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa do seu chá
  • 200 ml de água 

Modo de preparo:

Ferva a água. Coloque as duas colheres de sopa do seu chá escolhido em um recipiente. Caso escolha o chá preto, deve-se usar a água fervente. Em caso de chá verde ou branco, use a água em ponto de fervura, mas sem deixar ferver. Em seguida, coloque a água na temperatura indicada, tampe, deixe descansar um pouco e beba em seguida. 

Conheça outros chás que fazem bem para a saúde

Chás
Muitos chás possuem benefícios medicinais (Imagem: Creative-Family/iStock)

Chá de Gengibre

O chá de gengibre tem ação bactericida, fungicida, antioxidante, antisséptico e anti-inflamatório. Alivia náuseas mesmo em grávidas e pacientes quimioterápicos. 

Chá de hibisco

O chá de hibisco atua no emagrecimento, melhora do funcionamento do fígado, pressão arterial, controle do colesterol e tem ação diurética.

Chá de louro

O chá de louro tem efeito anti-inflamatório, melhora o funcionamento do fígado, ameniza cólicas menstruais e previne pedras nos rins. Tem efeito expectorante e calmante, ajuda no controle dos níveis de glicose e auxilia a digestão. 

Chá de boldo

O chá de boldo estimula o bom funcionamento do fígado, tem ação diurética, antioxidante, auxilia no tratamento da gastrite e intolerância alimentar e melhora os sintomas da ressaca.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados