Faça uma busca
|
Publicado em: 3 de março de 2021

Dentes amarelos: o que eles refletem sobre o corpo

Para evitar o amarelamento dos dentes é preciso mudar de hábitos

Imagem: iStock

Dentes amarelos nem sempre caracterizam algum problema de saúde, mas eles incomodam quem gosta daquele sorriso branquinho. O escurecimento acontece de forma gradual, por isso é comum percebê-lo só depois de bastante tempo. Mas com alguns cuidados, você pode evitar que isso aconteça. Veja a seguir as recomendações da dentista Thais Valente.

O que causa o amarelamento nos dentes?

Dentes amarelos
Causas genéticas e consumo de alimentos com corante também geram o amarelamento dos dentes (VladimirFLoyd/iStock)

Os dentes podem ficar amarelos por uma série de fatores, inclusive por propensão genética. Mas, a principal causa é o consumo de alimentos com coloração artificial e o fumo cigarro.

Leia também: clareamento dental -- 6 perguntas respondidas por dentista

"A ingestão de alimentos e bebidas com corantes e tabagismo são os principais fatores para o amarelamento dos dentes. Para manter os dentes claros também é preciso manter uma higienização frequente e adequada", explicou a dentista Thais Valente.

A ingestão de café e refrigerantes, assim como o uso de antibióticos, também pode causar o amarelamento dos dentes. Mas a boa notícia é que há tratamento para todos os casos.

"Geralmente, os clareamentos odontológicos, sejam eles caseiros ou realizados em consultório, demonstram bons resultados para manchamentos por tetraciclina (antibiótico). Para avaliação do caso deve-se realizar uma consulta com um cirurgião-dentista", garantiu a especialista.

Casos genéticos e tratamentos

Clareamento
Os procedimentos para clareamento dos dentes devem ser recomendados por especialistas (Prostock-Studio/Istock)

As pessoas com dentes escurecidos por propensão genética vão apresentar tonalidades semelhantes a dos pais. Outro processo inevitável é o amarelamento que ocorre como processo natural do organismo com o avanço da idade. Nesse caso, realizar um exame com um cirurgião-dentista antes de partir para o clareamento é essencial.

Mas os casos de escurecimento pela alimentação, limpeza oral inadequada e uso de antibióticos podem ser resolvidos facilmente, apresentando resultados satisfatórios nas primeiras sessões de clareamento.

"Os clareamentos odontológicos apenas destroem as partículas de cor presentes nos túbulos dentinários, retornando à cor natural do dente. Pessoas com dentes geneticamente escuros devem fazer uma avaliação com um cirurgião-dentista, pois existem outras possibilidades dependendo do caso, como por exemplo facetas ou lentes de contato", recomendou a dentista Thais Valente.

Como evitar que os dentes fiquem amarelos

Saúde bucal
Ir ao dentista a cada seis meses é importante para manter a saúde bucal e evitar dentes amarelos (Ridofranz/iStock)

Como dissemos no início do texto, o amarelamento dos dentes acontece de forma gradual e não é possível evitá-lo de forma completa, mas você pode prevenir ou reduzir esse problema.

O primeiro passo é cortar da sua alimentação as substâncias que possuem corantes ou ao menos escovar os dentes após consumi-los.

Falando em escovar os dentes, essa prática, assim como passar o fio dental após as refeições, é essencial para evitar o acúmulo de resíduos nos dentes, que geram tártaro e consequentemente interferem na coloração.

Para a melhora da saúde bucal, é essencial escovar os dentes ao menos três vezes por dia e visitar um dentista pelo menos a cada seis meses, para avaliação e realização de uma limpeza mais profunda.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close