Faça uma busca
|
Publicado em: 17 de abril de 2021

Fitagem no cabelo: entenda o que é e como fazer em casa

Um dos métodos de texturização mais famosos do mundo das cacheadas, a fitagem é fácil de fazer e te deixa linda.

Imagem: Tim Douglas/Pexels

Se você tem cabelo cacheado, certamente já sofreu com um bad hair day: aquele dia em que os cachos ficam emaranhados, sem brilho, cheios de frizz. Especialmente para quem está em processo de transição capilar, com o cabelo apresentando duas texturas diferentes, acertar como deixar o cabelo bonito pode ser um desafio. No entanto, há solução: que tal testar o método de texturização favorito das blogueiras, a fitagem?

Leia também: 2B? 3C? Descubra qual é o seu tipo de cabelo cacheado

O que é fitagem e para quê serve?

A fitagem funciona para cabelos ondulados, cacheados e crespos. Imagem: Puhha/iStock

A fitagem é um método de texturização para cabelos cacheados, que precisam de uma ajudinha para ficar em sua forma ideal. Seu objetivo principal é definir cachos naturais e manter o seu day after por até três dias. Isto é: após texturizar seu cabelo com este método, você pode passar até 3 dias com seus cachos definidos sem precisar lavar, condicionar e passar o leave-in de sua preferência novamente.

O método se tornou especialmente famoso nos últimos 5 anos, com a ascendência das blogueiras de cabelo cacheado e o lançamento do best-seller O Manual da Garota Cacheada, de Lorraine Massey e Deborah Chiel, responsável, também, por popularizar os métodos no poo e low poo para cuidado capilar.

Benefícios da fitagem

Os benefícios deste popular método de texturização incluem:

  • Redução de frizz;
  • Definição instantânea dos cachos;
  • Day after de até 3 dias;
  • Cachos definidos sem deixar o cabelo pesado e/ou oleoso por excesso de produtos;
  • Diminuição do volume do cabelo.

Como fazer fitagem: confira o passo a passo

Passo 1: Após lavar os cabelos, separe-os em cinco seções;

Passo 2: Em seguida, escolha seu creme de cabelos favorito, de acordo com seu objetivo. Aplique um pouco em cada uma das seções. Comece pela parte inferior do cabelo e penteie os cabelos com os dedos, sempre separando-os como se fossem fitas;

Passo 3: Espalhe o creme por toda a extensão da mecha usando os dedos como pente. Procure fazer movimentos mais firmes, como se estivesse “alisando” o cabelo. A mecha de cabelo deve estar dividida em três “fitas”, ao final.

Passo 4: Amasse estas fitas com as mãos em direção à raiz. Cada fita dará origem a um cachinho;

Passo 5: Por fim, repita o procedimento em todo o cabelo e deixe secar naturalmente ou use um difusor.

Diferenças entre fitagem tradicional e fitagem descontruída

A fitagem descontruída é ideal para quem ama volume
A fitagem descontruída é ideal para quem ama volume. Imagem: Polina Tankilevitch/Pexels

A principal diferença entre a fitagem tradicional, ensinada no passo a passo acima, e a desconstruída é o tamanho das mechas e o tempo utilizado na técnica: na desconstruída, o método é feito de uma forma mais livre, ideal para quem gosta de mais volume no cabelo.

Neste caso, em vez de separar o cabelo em cinco seções, você pode separar em três e utilizar uma quantidade menor de produto no comprimento. Para cada pessoa, a quantidade correta será diferente. Assim, a melhor forma de definir o que funciona para o seu cabelo é ir fazendo testes e observando os resultados.

E lembre-se: nada de passar leave-in na raiz, use-o apenas no comprimento e nas pontas!

Além disso, para quem possui problemas no couro cabeludo como dermatite seborreica e oleosidade no geral, é importante prestar atenção na quantidade de produto utilizado: não adianta ter fios bonitos se eles não estiverem saudáveis.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados