Faça uma busca
|
Publicado em: 28 de abril de 2021

Pneumonia bacteriana, como a de Paulo Gustavo, é grave?

O ator Paulo Gustavo foi diagnosticado com a doença durante internação por Covid-19.

Imagem: Reprodução/Instagram

O último boletim médico divulgado sobre o ator Paulo Gustavo informa o diagnóstico de pneumonia bacteriana. A doença acomete os pulmões e pode gerar sintomas como febre e dificuldade para respirar, mas já está sob controle da equipe médica. O ator está internado desde o último dia 13 de março devido a complicações da Covid-19.

Leia também: Saiba como evitar a bronquite com 4 medidas simples

Pneumonia bacteriana é grave?

A pneumonia bacteriana pode ser considerada uma infecção grave nos brônquios e pulmão. Geralmente, ela é causada pela bactéria Streptococcus pneumoniae, mas outros agentes, como Klebsiella pneumoniae, Staphylococcus aureus, Haemophilus influenzae e Legionella pneumophila também podem ser os causadores da doença.

Ela não deve ser confundida com a pneumonia viral, causada por vírus. Em geral, casos mais graves de Covid-19 causam pneumonia viral. Já a bacteriana pode ser decorrente da evolução da doença, que compromete o sistema imunológico do paciente. Logo, no caso de Paulo Gustavo, há maior risco, já que a pneumonia bacteriana traz complicações mais severas para quem já está com o sistema imunológico comprometido.

Como é feito o diagnóstico da pneumonia bacteriana?

Em geral, o diagnóstico da pneumonia bacteriana pode ser feito tanto por um clínico geral quanto por médicos especialistas (pneumologistas). O profissional deve pedir exames, tais como raio X do tórax e tomografia computadorizada, Também pode ser que o médico peça exame de sangue ou de catarro, a depender dos sintomas.

Pneumonia bacteriana pode ser diagnosticada por raio X (Imagem: Chinnapongq/iStock)
Pneumonia bacteriana pode ser diagnosticada por raio X (Imagem: Chinnapongq/iStock)

Principais sintomas da doença

Ao se instalar nas vias aéreas, a bactéria começa o processo inflamatório e o paciente pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Tosse
  • Expectoração
  • Febre alta (acima de 39º)
  • Dor torácica
  • Dor no peito
  • Dificuldade para respirar
  • Cansaço excessivo
  • Baixo apetite

Pneumonia bacteriana é contagiosa?

Normalmente não. Diferente da pneumonia viral, a transmissão da pneumonia bacteriana é bastante difícil. Em geral, se contrai esse tipo de doença quando bactérias entram por acidente pela boca ou migram de outra infecção em algum local específico do corpo. É frequentemente associada ao agravamento de uma gripe ou resfriado.

Como é feito o tratamento da doença?

Em casos mais brandos, a pneumonia bacteriana pode ser tratada em casa, com a ingestão de antibióticos – sempre com receita médica, é claro. O tratamento costuma levar de 7 a 14 dias, de acordo com a avaliação realizada pelo profissional da saúde.

Quando há complicações, ou em bebês e idosos, pode ser que o médico recomende a internação do paciente para realizar um tratamento mais eficaz. Nesse cenário, a administração de antibióticos acontece diretamente na veia e a pessoa pode receber oxigênio.

Alguns tratamentos podem incluir ainda sessões complementares de fisioterapia respiratória.

Com informações: Oxford e WebMD


Atenção:

Nunca se automedique. Para ter o diagnóstico correto dos seus sintomas e fazer um tratamento eficaz e seguro, procure orientações de um médico.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados