Faça uma busca
|
Publicado em: 29 de agosto de 2020

Teste de gravidez: como eles funcionam e qual é o melhor?

A menstruação atrasou? Isso pode indicar que você esteja grávida. Saiba mais sobre os testes de gravidez e como fazê-los.

Imagem: FotoDuets/iStock

Ao primeiro sinal de atraso na menstruação, muitas mulheres recorrem aos testes de gravidez. Tenha sido planejada ou não, a suspeita de uma gravidez é sempre repleta de grande ansiedade pelas mulheres, e a melhor forma de descobrir se realmente você dará a luz é realizando um teste.

Mas você sabe qual é a diferença (e quais deles realmente funcionam) entre o teste de gravidez caseiro, o teste de gravidez de farmácia e o teste de sangue, feito em laboratórios?

Então, possível futura mamãe, continue acompanhando este post e tire suas dúvidas!

Qual a melhor data para fazer o teste de gravidez?

Por causa das mudanças nas taxas hormonais que ocorre quando a mulher engravida, o indicado é realizar o teste de gravidez após 5 dias de atraso na menstruação. Após esse período de atraso, o hormônio HCG já atingiu níveis identificáveis pela urina, diminuindo muito a chance de resultar em um falso negativo. Se o seu ciclo foi irregular, conte em média três semanas após a relação sem proteção.

Beta HCG - teste de sangue para gravidez

O teste de sangue é a melhor opção para saber se você está grávida ou não. E isso porque ele é capaz de detectar o beta HCG, hormônio produzido pelo embrião logo após ter sido fecundado.

Leia também: Aprenda a calcular o seu período fértil

A recomendação médica é a de que esse teste seja feito a partir do primeiro dia de atraso da menstruação. Mas, reforçando que, se você não sabe quando sua menstruação virá, deve contar três semanas após a relação sexual desprotegida para realizar o teste.

É importante que você respeite essas datas porque se o teste for feito antes do atraso da menstruação o resultado poderá indicar um falso-negativo.

Ou seja: mesmo que a mulher realmente esteja grávida, o teste indicará que ela não está. Isso porque as taxas do hormônio beta HCG não estarão suficientemente altas para serem rastreadas pelo exame.

Vantagens do teste Beta HCG

  • Resultado com precisão de até 99%;
  • Não precisa de prescrição médica;
  • Não precisa estar em jejum;
  • Custam de R$20 a R$40.

Teste de gravidez de farmácia

O teste de farmácia é um teste seguro e eficaz. (Imagem: tsingha25/iStock)

Uma das opções mais utilizadas pelas mulheres é o teste de gravidez de farmácia. Rápidos, práticos e baratos, esses testes também realizam a dosagem do beta HCG, mas isso ocorre por meio de uma amostra de urina.

Esses testes também devem ser feitos após o primeiro dia de atraso da menstruação.

Atualmente, há muitas opções disponíveis no mercado. Algumas possuem até mesmo painéis digitais, que fornecem a estimativa das semanas de gestação.

Desse modo, é importante que a mulher leia atentamente as informações de orientação de uso sobre o teste que escolheu comprar.

Leia também: 7 atitudes que reduzem o risco de infertilidade

De forma geral, o funcionamento dos testes de gravidez é bem simples: basta que a mulher coloque o produto em contato com a sua urina e, em até cinco minutos, ela verá o resultado.

Uma dica dos ginecologistas é que as mulheres realizam o teste com o primeiro xixi do dia, pois ele tem maior concentração do hormônio da gravidez. E assim, fornece resultados mais assertivos.

Vantagens do teste de farmácia

  • Resultado com precisão de até 99%;
  • Teste simples e rápido;
  • Pode ser feito em casa;
  • Não precisa de prescrição médica;
  • Método barato.

Como saber se deu positivo ou negativo

Saber o resultado no teste de farmácia é simples. (Imagem: FotoDuets/iStock)

Na maioria dos teste, se seu teste de gravidez der positivo, você verá duas listras no bastão. Já se seu teste de gravidez for negativo, você verá apenas uma. Há ainda testes que mostram o sinal de + (positivo) e - (negativo), e testes que mostram por escrito o resultado.

Isso é possível porque os bastões de teste de gravidez possuem um papel absorvente capaz de identificar a presença do beta HCG. E assim, em contato com essa substância, muda-se a coloração do papel. Bem simples, não é mesmo?

Mas atenção: vale lembrar que os testes de farmácia são testes de rastreio. Ou seja, caso ele dê positivo, a recomendação é a de que você também realize o exame laboratorial. E assim, possa confirmar o resultado.

O que é o resultado falso negativo de gravidez?

As chances de um teste de gravidez errar são baixas, porém alguns erros na hora da realização do teste podem resultar em um resultado negativo, porém falso.

Um dos erros mais comuns é fazer o teste muito cedo. Fazer o teste de gravidez antes da data indicada resultará na não identificação da fecundação, ou seja: a gravidez iniciou mas as taxas ainda estão muito baixas para serem notadas pelo teste. Além disso, caso a mulher esteja amamentando ou a gravidez seja classificada como gravidez ectópica (quando o óvulo fecundado não se fixa ao útero, e fica preso nas trompas, causando problemas para a mulher) o teste também possui mais chances de falha.

O que é o resultado falso positivo de gravidez?

O resultado positivo falso é ainda mais raro de acontecer, porém não impossível. No geral, ocorre quando o teste é realizado de alguma forma errada, ou fora do prazo. Além disso, tratamentos hormonais para fertilidade, por exemplo, e alguns medicamentos específicos podem causar alteração no resultado.

O caso mais raro é quando ocorre a chamada gravidez química, quando o embrião não se fixa ao útero e ocorre um aborto espontâneo, o corpo já havia produzido os hormônios, então o teste dá positivo.

Quanto custa um teste de gravidez?

Os testes mais baratos são os de tiras, encontrados nas farmácias por R$5 a R$6, em média. Além destes, os mais tecnológicos e precisos custam até R$20, e costumam dar até mesmo o tempo exato de gravidez, analisando pela urina. Por outro lado, o exame de sangue beta HCG, por ser realizado em laboratório, custa a partir de R$30 reais, podendo chegar a R$60, dependendo das especificações e da empresa.

Teste de gravidez caseiros são seguros?

Para diminuir a ansiedade e livrar-se da dúvida da possível gravidez, muitas mulheres recorrem primeiramente aos testes de gravidez caseiros. Feitos com cloro, água sanitária, pasta de dente e até mesmo com agulha, esses testes são bastante populares. Entretanto, essa popularidade não indica que eles são, de fato, confiáveis.

Leia também: 11 perguntas comuns sobre pílulas do dia seguinte esclarecidas

De acordo com a ginecologista Marina Lima, "é importante ter cautela com seu uso, uma vez que eles não possuem embasamento científico, sendo apenas alimentados por crenças populares."

Teste da água sanitária e do cloro

Dois testes de gravidez caseiros bastante comuns são feitos com água sanitária ou cloro. Funciona assim: a mulher urina em um recipiente com um desses materiais de limpeza doméstica. Em seguida, ela deve observar se haverá alguma alteração na coloração de sua urina. Caso haja, em teoria, isso indica que ela está grávida. Mas não se baseie apenas nesses testes. A melhor maneira de conferir se você realmente está grávida é realizando o exame de sangue laboratorial ou o teste de gravidez de farmácia.

Para saber mais por que os testes de gravidez caseiros não são seguros, veja a nossa matéria explicando cada um dos testes caseiros de gravidez!

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close