Faça uma busca
|
Publicado em: 20 de julho de 2021

Sintomas de gravidez: 18 sinais para você ficar de olho

Se você ainda não fez o teste, mas está desconfiada, confira sinais que podem indicar que você está grávida.

Imagem: Deagreez/iStock

A partir do momento que a mulher engravida, ocorrem diversas transformações em seu organismo, e são muitos os sintomas de gravidez. Dois sinais que as mulheres mais relacionam à suspeita de gravidez são o atraso da menstruação e os enjoos matinais, porém existem diversos outros sintomas. Talvez você não sinta esses dois, apenas alguns outros. Por isso, é preciso estar atenta aos diversos sinais e entender mais sobre os principais sintomas de gravidez.

Além disso, você sabe o que fazer depois que notar algum desses sinais? Qual teste de gravidez fazer? Quando deve realizar a ultrassonografia? São muitas as dúvidas acerca desse tema. Mas, calma, a resposta para essas perguntas e estão logo abaixo!

Em quanto tempo aparecem os sintomas de gravidez?

Leia também: Como amenizar 8 desconfortos comuns de uma gravidez

Pouco tempo após a fecundação do óvulo já é possível notar os primeiros sintomas de gravidez. Alguns outros sinais podem aparecer somente após algumas semanas ou até mesmo meses. Lembre-se que é possível haver variações de mulher para mulher. Enquanto algumas sentem quase todos esses sintomas, outras não sentem praticamente nada. Veja a seguir alguns dos sintomas mais comuns e em que estágio da gravidez eles podem surgir.

18 possíveis sintomas de gravidez

Sintomas dos primeiros sete dias

1. Sangramento leve

Antes de acontecer o atraso na menstruação, pode acontecer, bem no começo da gravidez, um sangramento leve chamado “sangramento de implantação”, que é quando o espermatozoide fecunda o óvulo e ele se prende ao revestimento uterino.

2. Cólica de leve a moderada

Leia também: 15 dicas para aliviar a cólica menstrual

No início da gestação, podem ocorrer cólicas, que são sinais da adaptação do útero. Elas costumam acontecer até a décima semana e podem ser de leves a moderadas. Se as cólicas forem fortes, é indicação procurar a orientação de um médico.

Sintomas das primeiras duas semanas

3. Atraso na menstruação

Principalmente quando o ciclo menstrual da mulher é regular, o atraso na menstruação é o sintoma de gravidez mais comum. O sangue da menstruação é uma camada que o útero produz para receber o embrião e, se a fecundação não acontece, ele é eliminado. Quando a mulher engravida, o sangramento não ocorre. Por isso, é recomendado que a data da última menstruação seja sempre anotada, assim, você saberá se sua menstruação está atrasada ou não.

4. Seios doloridos e inchados

A dor nos seios é comum entre as grávidas.
É comum que mulheres grávidas sintam desconfortos nos seios. (Imagem: Mykola Sosiukin/iStock)

Seios doloridos e inchados também são comuns durante a tensão pré-menstrual, mas a mulher também pode sentir isso entre a quarta e a sexta semana de gravidez. A gestação faz com que as mamas comecem a se desenvolver para que a mulher possa produzir leite, e há um aumento das glândulas, causando dor.

5. Mudanças de humor

Devido a variações dos hormônios, as mulheres grávidas podem ficar mais irritadas, mais chorosas e sentir uma raiva excessiva. As mudanças de humor podem ser bruscas: a mulher pode estar se sentindo feliz num momento e, logo após, sentir-se muito triste e chorosa.

6. Cansaço anormal

Cansaço excessivo pode surgir na gravidez
Até mesmo o cansaço pode ser um sintoma. (Imagem: seb_ra/iStock)

O hormônio sexual progesterona também pode ser o responsável por causar um cansaço além do normal nas primeiras semanas de gravidez. Ele ajuda a sustentar a gravidez no início e a mantê-la continuamente.

7. Pigmentação nas aréolas

Pela ação dos hormônios da gravidez, há um aumento das células pigmentares nos mamilos. Acontece um aumento da vascularização da região das mamas, o que também explica o aumento de sensibilidade.

8. Aversão a cheiros fortes

As alterações hormonais da gravidez podem causar hiperosmia, ou seja, sensibilidade excessiva em relações aos odores. Algumas grávidas não toleram nem mais o cheiro do próprio perfume ou de sua comida preferida!

Sintomas do 1º mês de gravidez

9. Dores de cabeça

A dor de cabeça pode indicar que você está grávida.
A dor de cabeça pode ser um sinal de gravidez. (Imagem: tommaso79/iStock)

Nem toda mulher sente, mas as dores de cabeça podem acontecer logo nas primeiras semanas de gravidez devido ao aumento da produção de progesterona.

10. Vontade de urinar com frequência

Inicialmente (entre seis e oito semanas após a concepção), a maior vontade de urinar acontece por causa da ação dos hormônios da gravidez, como a gonadotropina coriônica humana (hCG). Depois, isso acontece por causa da compressão da bexiga pelo útero.

11. Enjoo matinal

Um dos sinais mais comuns durante a gravidez, os enjoos matinais costumam desaparecer após a décima oitava semana de gestação, mas algumas mulheres podem senti-lo durante toda a gravidez.

12. Prisão de ventre

A prisão de ventre acontece porque a progesterona reduz o trânsito intestinal: defecar se torna mais demorado, pois o bolo alimentar leva mais tempo para ser excretado na forma de fezes.

Outros sintomas comuns da gravidez

13. Azia

Enjoo matinal e azia podem ser sinal de gravidez
A azia é um dos sinais menos conhecidos. (Imagem: Goran13/iStock)

As grávidas costumam ter azia durante o segundo e terceiro mês de gravidez. O hormônio progesterona torna digestão mais lenta e relaxa o esfíncter que existe entre o esôfago e o estômago, o que usualmente impede o refluxo dos ácidos estomacais.

14. Flatulência

Com o aumento da produção de progesterona, a digestão fica mais lenta e isso favorece o acúmulo de gases tanto no estômago quanto nos intestinos. Esse sintoma que pode aparecer no início e se estender por toda a gestação.

15. Ronco

O aumento da produção de progesterona faz com que o organismo da mulher retenha mais líquido, e o inchado pode atingir as vias aéreas. Isso pode tornar a passagem de ar mais difícil, o que faz com que a grávida ronque.

16. Retenção de líquidos

A retenção de líquidos pode ser causada pelas mudanças hormonais e também devido ao aumento da pressão no útero, o que dificulta o retorno venoso. Geralmente, isso ocorre no último trimestre de gestação.

17. Coceira

Coceira pode ser sintoma de gravidez
Curiosamente, a coceira pode ser um sintoma de gravidez. (Imagem: nensuria/iStock)

Por causa do aumento da transpiração, podem ocorrer dermatites e erupções na pele da mulher, que representam um dos sinais que podem indicar que você está grávida.

18. Aumento da produção de saliva

Nas grávidas, acontece um aumento da produção de todas as secreções do corpo, como suor, lágrimas e também saliva. Essa condição é conhecida como sialorreia e a causa é a alteração dos níveis hormonais.

Como saber se estou grávida?

O atraso na menstruação é um dos primeiros sintomas de gravidez, então, se você detectar esse sinal junto a um dos outros listados, realize um teste de gravidez. Contudo, é válido ressaltar, que é possível estar grávida e, ainda assim, passar pelo período menstrual. Então, se você teve relações sexuais sem proteção recentemente, esteja atenta a todos os sintomas de gravidez.

Existem duas opções para comprovar gravidez: o teste de farmácia e o teste de laboratório. O primeiro, é mais popular pois é rápido, simples, barato e pode ser realizado em casa. Ele funciona por meio da coleta de urina e apresenta precisão de até 99%. A outra alternativa é o exame de sangue, realizado em laboratório. Essa é a opção mais eficaz. O recomendado é fazer o teste de farmácia e, depois, o de sangue para obter um resultado preciso.

Para entender mais sobre testes de gravidez, leia: Teste de gravidez: como eles funcionam e qual é o melhor?

Quando posso fazer o ultrassom?

O ideal é esperar até a 5ª ou 6ª semana de gestação para realizar o primeiro ultrassom. Isso pois, nas primeiras semanas, é quase impossível ver o bebê. Antes disso, o exame só deve ser feito se seu médico solicitá-lo, caso haja detectado alguma anormalidade. Um sangramento inesperado, por exemplo, pode ser um sintoma de gravidez ectópica, por isso, é preciso uma ultrassonografia. Fora isso, espere até o segundo mês de gravidez para realizar o exame .

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados