Faça uma busca
|
Publicado em: 22 de junho de 2019

4 inimigos da motivação que você deve destruir

Praticar exercícios é fundamental para ter uma boa saúde. Veja como parar de se auto sabotar e se exercitar mais.

Imagem: leremy/iStock

Estudos confirmam o que Hipócrates, o pai da medicina, escreveu há 2.500 anos: manter-se ativo melhora a saúde e prolonga a vida. Além disso, os cientistas hoje sabem que certos exercícios ajudam a combater muitas doenças relacionadas com o envelhecimento e outras mudanças físicas que ocorrem com o passar do tempo.

Manter-se ativo possibilita que você goze dos prazeres da vida, como viagens ou caminhadas no campo; essas são as coisas que ajudam a fazer você se sentir jovem. Contudo, a maioria de nós insiste em encontrar "problemas" que nos impedem de praticar exercícios. Mas está na hora de mandar embora esses desmotivadores, não é mesmo? Confira algumas desculpas que as pessoas usam para evitar os exercícios – e por que você não deve usá-las:

1 - “Tenho péssima saúde”

Este é o motivo mais comum entre as pessoas que não se exercitam. Mas, em geral, estar doente não é um motivo para evitar exercícios – e ser mais ativo pode ajudar a aliviar a dor e muitos sintomas.

Leia também: Dicas para acelerar o metabolismo e ser mais ativo

2 - “Os exercícios tomam muito tempo”

Introduza-os em sua vida cotidiana. Uma boa forma para começar é com pequena caminhadas no dia a dia. Se você preferir entrar em uma academia, procure uma que seja próxima à sua casa ou no caminho do supermercado, assim você não terá desculpas para não ir. E priorize os exercícios – pense neles como sendo tão essenciais quanto escovar os dentes.

3 - “Fico desconfortável ao praticá-los”

Muitos não gostam do suor, da respiração ofegante e da dor muscular, e imaginam (erradamente) que são prejudiciais. Aprenda a saudar os sinais de exaustão como uma prova de que você está ficando mais em forma.

4 - “Estou gordo demais para ficar em forma”

Você ainda pode ficar em forma mesmo que esteja acima do peso. Foi o que o professor de Ciência do Exercício, Dr. Steven Blair, descobriu quando estudou o que chama de “paradoxo da obesidade”: a baixa capacidade cardiorrespiratória e a inatividade ameaçam mais a saúde que a obesidade, e estar moderadamente em forma e gordo é mais saudável que estar fora de forma e magro.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


Cadastre-se GRÁTIS para continuar lendo


Você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos

Já tem cadastro? Faça login aqui.

Já sou assinante da Revista Impressa

close