Ai! Em um ponto da sua boca ou das gengivas, uma feridinha branca envia fortes sinais de dor, tornando difícil comer e até falar. É uma afta, misteriosa condição com várias causas, desde a comida aos componentes da pasta de dentes, da borda afiada das batatas chips ao estresse. Os pesquisadores não têm certeza do que causa essas lesões, conhecidas pelos médicos como estomatite aftosa. Mas sabemos que doem. Saiba mais a seguir e conheça as estratégias que podem mantê-las a distância.

O que é a afta

Elas são pequenas lesões redondas sob a língua, na mucosa da boca ou na base das gengivas. A maioria tem menos de um centímetro de diâmetro, mas algumas podem ser grandes e demorar um mês para cicatrizar.

Causas das aftas

Ninguém sabe. Os especialistas suspeitam que as aftas sejam causadas por vários fatores, como minúsculos ataques do sistema imunológico à mucosa bucal saudável, reações alérgicas, baixo nível sanguíneo de ferro e de vitaminas do complexo B, lesões e irritação da mucosa bucal, aditivos de alimentos e pastas de dente, mudanças hormonais do ciclo menstrual e estresse.

Descubra abaixo como prevenir o aparecimento da afta:

sewer11/iStock

1. Experimente pasta de dente que não contenha sulfato sódico de lauril

Esse agente (que também aparece como Sodium lauryl sulfate na lista de ingredientes), utilizado em pastas dentais, irrita, em algumas pessoas, a mucosa delicada da boca e provoca aftas.

Em um estudo norueguês com dez pessoas que sofriam de aftas recorrentes, o uso
de pasta de dente sem o sulfato reduziu em quase dois terços o aparecimento de novas aftas.


spukkato/iStock

2. Mas não se descuide da higiene dentária

Escovar os dentes e passar fio dental no mínimo duas vezes por dia mantém a boca livre de resíduos de comida e de bactérias que irritam a mucosa e provocam novas aftas.


Flávio Ribeiro/iStock

3. Bocheche com um antisséptico bactericida

Estudos mostram que os enxaguantes bucais que contêm triclosano, clorexidina e outros agentes bactericidas reduzem o número de aftas de quem sofre constantemente com essas úlceras bucais dolorosas.

Eles retiram os detritos de pontos de difícil alcance, impedem o surgimento de pequenas infecções que podem provocar aftas e ajudam a prevenir infecções caso a afta já esteja instalada.


Thon_Varirit/iStock

4. Evite os alimentos “culpados”

Em algumas pessoas, as aftas são causadas por alimentos ou aditivos alimentares.

Num estudo feito na Turquia, frutas cítricas, tomate, berinjela, chá e refrigerantes sabor cola provocaram aftas, possivelmente por irritarem a mucosa bucal.

Ácido benzoico (conservante de alimentos), canela, leite, café, chocolate, batata, queijo, nozes e figos são outros possíveis alimentos culpados.