Consumir a autêntica comida mexicana pode reduzir em um terço (33,3%) o risco de câncer de mama, segundo estudo realizado com 5 mil mulheres na Universidade de Utah, nos EUA.

A palavra-chave é “autêntica”, não a comida mexicana reinterpretada pelos restaurantes moderninhos. Existem muitas maneiras de se deliciar com a comida mexicana original e ainda obter benefícios para a saúde e evitar o câncer de mama. Confira algumas dicas a seguir!

Aposte na comida mexicana e evite o câncer de mama:

1. Coma mais peixe

Tente consumir pratos com peixes ricos em Ômega-3 como ceviche, pescado Veracruz, tacos e outros.

2. Modere o consumo de carnes

Use apenas de 30 g a 60 g de carne magra desfiada ou peito de frango cortado em cubos num taco – em vez daquele monte de gordura que se compra em muitas lanchonetes.

3. Acrescente só um pedacinho de queijo

Evite o cheddar. Experimente uma colher (chá) de queijo Cotija, queijo seco e que se esfarela facilmente, ou um feta, de baixo teor de gordura, no feijão e em burritos.

4. Esbalde-se no feijão

O preto e outras variedades são ricos em nutrientes que também ajudam a baixar o colesterol. O feijão refrito também é saudável – opte pela versão com pouca gordura, preparada sem banha.

Confira também como preparar burritos deliciosos!

5. Capriche na salsa

Os molhos vermelhos e verdes feitos de tomates, pimenta, cebola e alho, ricos em antioxidantes, têm pouca gordura e muitas fibras.

6. Prefira legumes e verduras

Nas fajitas, opte por pimentões; com tacos, use alface, tomates, milho e cebola; e numa salada, folhas verdes e guacamole. Tortillas de milho ou trigo integral têm mais fibras, vitaminas e minerais do que as de trigo.