À noite, o cérebro seleciona e reúne as informações recebidas durante o dia, descansa, sonha… São fases indispensáveis para que, no dia seguinte, o desempenho intelectual seja excelente. O café da manhã é importante para começar bem o dia; por outro lado, um jantar leve é essencial para melhorar o sono e a qualidade de vida do seu cérebro.

Nem de mais nem de menos

Quando dormimos, o organismo muda seu ritmo: o sistema cardiorrespiratório funciona mais devagar e as células queimam menos calorias. Apenas o cérebro continua a funcionar de forma plena, compilando as informações e os estímulos sensoriais acumulados durante o dia. Para que esse trabalho seja eficaz, os demais órgãos devem permanecer em repouso. Assim, é essencial que você não sobrecarregue seu aparelho digestivo com uma refeição muito pesada, pois a digestão demanda muita energia.

Como saber se seu jantar permite uma boa recuperação cerebral noturna? Embora alguns hábitos sejam difíceis de ser deixados de lado, é preciso se esforçar. Nesse sentido, eis alguns sinais que deem servir de alerta se você os experimenta com frequência:

  • Você se sente pesada e inchada após o jantar.
  • À noite, tem azia ou refluxos ácidos.
  • Você adormece após a refeição para despertar um pouco mais tarde, e acaba com dificuldade de pegar no sono novamente.
  • Você tem pesadelos o sonha com comida.
  • Você tem sede ou fome durante a noite.
  • Ao despertar, você não tem apetite ou sente náuseas.

Para acabar com todos esses males, a única solução é: ajuste o seu jantar, transformando-o em um jantar leve! Além disso, é possível investir em pequenos hábitos que podem melhorar a função cerebral.

Como compor o jantar leve ideal?

O jantar deve ser completo, ou seja, conter todos os grupos de alimentos. A fim de facilitar a digestão, limite as quantidades e opte por pratos pobres em gorduras. Monte seu cardápio em torno dos seguintes alimentos:

  • 1 porção de legumes ou alimentos à base de amido (alternando com o almoço). Você também pode associar os dois: salada de arroz e tomates, batatas e cenouras no vapor, sopa com massinha etc.
  • 1 porção pequena de proteína: uma porção de sobras de carne, 1 ovo, 1 fatia de presunto ou salada de atum.
  • 1 laticínio (ou 1 porção pequena de queijo, se não o tiver consumido no almoço).
  • 1 fruta e uma fatia de pão para a ingestão de carboidratos, necessários ao bom funcionamento do cérebro.

Mesmo se preferir não comer carne à noite, não negligencie as proteínas. Escolha uma fonte de proteína vegetal. E não se esqueça de beber 1 a 2 copos de água ao longo do jantar e algum tipo de chá à noite, já que a desidratação faz mal ao cérebro.

Confira receitas para preparar o jantar leve ideal para o seu cérebro:

Salada de alface-de-cordeiro com beterraba e carne cozida

Para 4 pessoas – tempo de preparo: 20 minutos

Ingredientes:

  • 120 g de alface-de-cordeiro;
  • 2 beterrabas cozidas;
  • 150 g de carne cozida;
  • 1 cebola roxa;
  • 1/2 ramo de salsa (comum ou crespa);
  • 1 colher (café) de mostarda;
  • 1 colher (sopa) de vinagre de vinho;
  • 2 colheres (sopa) de óleo de canola;
  • Sal, pimenta-do-reino a gosto.

Preparo:

  1. Lave a alface-de-cordeiro em água fria e seque-a. Arrume as folhas num prato fundo. Em seguida, descasque as beterrabas e corte-as em cubos. espalhe os cubos sobre as folhas de alface.
  2. Corte a carne em lâminas finas. Distribua-as uniformemente no prato.
  3. Descasque a cebola e pique-a bem fino, assim como a salsa. Numa tigela, misture a mostarda como vinagre, o sal e a pimenta. Logo após, adicione o óleo e bata, juntando em seguida a cebola e a salsa.
  4. Logo que o prato estiver montado, regue a salada com o vinagrete e sirva imediatamente.

Gratinado à fiorentina

Para 4 pessoas – tempo de preparo: 20 min – cozimento: cerca de 30 min

Ingredientes:

  • 1 kg de espinafre (pode ser congelado);
  • 1 dente de alho;
  • 100 ml de creme de leite light;
  • Noz-moscada ralada;
  • 4 ovos grandes;
  • 120 g de muçarela em fatias finas;
  • Sal, pimenta-do-reino a gosto.

Modo de preparo:

  1. Preaqueça o forno a 210ºC. Em seguida, coloque o espinafre numa panela com 1 copo de água e sal. Tampe e cozinhe por 10 minutos em fogo médio. Escorra o espinafre, se necessário, e arrume numa travessa grande.
  2. Descasque e pique o alho. Adicione à travessa, assim como o creme de leite. Tempere com a pimenta e a noz-moscada a gosto. Misture bem.
  3. Faça 4 cavidades bem espaçadas no espinafre, com as costas de uma colher e abra um ovo dentro de cada uma.
  4. Disponha as fatias de muçarela sobre o espinafre e leve ao forno por cerca de 20 minutos: o queijo deve ficar bem dourado e a clara dos ovos, suficientemente cozida.