Faça uma busca
Já tem cadastro? Faça login aqui.
Cadastre-se para continuar lendo!
Artigo exclusivo para assinantes!
É grátis e você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos
devices
Já sou assinante da Revista Impressa

Entendo que, respondendo a esta promoção, serei ingressado nos sorteios aqui oferecidos e passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, entre em contato com a nossa Central de Atendimento. Conheça também a nossa Política de Privacidade e Uso de Dados

Aproveite e assine o site seleções por apenas R$1,99 no primeiro mês. Clique aqui.
|
Publicado em: 9 de outubro de 2019

Manchas na pele em idosos: o que você precisa saber sobre elas

Confira algumas dicas para diminuir suas manchas na pele.

Imagem: Halfpoint/iStock

As manchas senis, que são marrons e arredondadas e salpicam o dorso das mãos e o rosto, apesar do nome, não são causadas pelo avanço da idade. Essas manchas na pele são simplesmente áreas com excesso de pigmento, que resultam de anos de exposição ao sol sem proteção. Como os danos causados pelo sol levam décadas até se fazerem visíveis, muitas pessoas só vão notar a presença delas com o passar dos anos.

Mas as que ficaram bastante tempo expostas ao sol podem desenvolvê-las já aos 20 ou 30 anos. Alguns remédios podem tornar a pessoa mais vulnerável à ação danosa do sol. E às consequentes manchas da velhice, como tetraciclina, diuréticos, medicamentos para diabetes e hipertensão.

Devo procurar um médico?

As manchas senis, que normalmente se parecem com sardas escuras e planas, costumam ser inofensivas. Entretanto, se uma mancha na pele começar a coçar, mudar de tamanho ou cor, ou sangrar, é hora de ligar para o médico. Alguns tipos de câncer de pele, como o melanoma, podem ser confundidos com manchas senis. Se os remédios caseiros não funcionarem, é provável que seu dermatologista consiga se livrar delas com tratamento a laser ou pela aplicação de nitrogênio líquido

Clareando as manchas na pele

Esfregue levemente o suco de 1 limão siciliano (limão amarelo) nas manchas pelo menos 2 vezes ao dia. O suco do limão siciliano é levemente acidífero. E pode esfoliar a camada mais externa da pele, removendo ou suavizando as manchas de velhice.

(Advertência: jamais se exponha ao sol após aplicar limão na pele. O resultado pode ser uma terrível queimadura.) 

Combine mel e iogurte para criar um alvejante natural que pode atenuar essas manchas. Misture 1 colher de chá de iogurte natural com outra de mel. Aplique, deixe secar por 30 minutos e depois enxágue. Faça isso 1 vez por dia. 

Cubra-as com uma camada de gel de aloe vera (babosa), direto das folhas da planta, se possível. A planta contém substâncias químicas que eliminam as células mortas e estimulam o crescimento de células novas e saudáveis. Aplique o gel 1 ou 2 vezes por dia. 

Experimente leitelho (resíduo da nata após a fabricação da manteiga). Remédio caseiro tradicional para manchas senis, ele contém ácido lático, que esfolia levemente a pele castigada pelo sol e as áreas pigmentadas.

Confira mais dicas para remover as manchas na pele

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados