Todo mundo já ouviu falar que refrigerante faz mal, mas será que é verdade? Num dia quente, um refrigerante gelado  ajuda a combater o calor, mas talvez não seja a melhor opção. Confira a lista dos problemas que o refrigerante pode causar à saúde:

Diabetes

O estudo da JAMA também descobriu que as mulheres que tomavam mais refrigerante viram o risco de diabetes tipo 2 aumentar 83%. Isso não surpreende, porque refrigerante engorda e estar acima do peso aumenta o risco de diabetes; mas não é só isso.

Os refrigerantes contêm muito xarope de milho com alto teor de frutose. Quando os tomamos, o nível de açúcar no sangue dispara e produzimos mais insulina para resolver isso. Com o tempo, o corpo se acostuma a produzir esse excesso de insulina, o que provoca resistência à insulina, principal causa de diabetes tipo 2.

O fígado também converte o xarope de milho rico em frutose em ácidos graxos com mais rapidez do que a glicose.

Ganho de peso

O Brasil quer reduzir em 30% o consumo de refrigerantes, segundo o Ministério da Saúde. Uma revisão de 88 estudos verificou que quem toma refrigerante regularmente pesa mais do que quem não toma.

O corpo não registra todas as calorias do mesmo modo. Quando comemos demais, tendemos a compensar comendo menos na próxima refeição, mas não compensamos as calorias do refrigerante.

Um estudo de oito anos com 50 mil mulheres, publicado na revista Journal of the American Medical Association (JAMA), constatou que as que tomaram mais refrigerante engordaram oito quilos ou mais no período.

Pode enfraquecer os ossos

Os refrigerantes podem aumentar o risco de fraturas, mas não todos. Os de sabor cola são os maiores culpados. O ácido fosfórico adicionado para reforçar o sabor impede que o cálcio seja absorvido pelos ossos e os enfraquece.

Enquanto alguns alimentos nos ajudam a construir ossos fortes, outras comidas e bebidas retiram o cálcio dos ossos e impedem a absorção do cálcio novo. Pesquisas mostraram que o consumo de bebidas tipo cola, além do álcool, da cafeína e do sal, pode ter esse efeito. Limite a ingestão para impedir uma perda de densidade óssea. E há evidências de que comer massa com frequência pode ter o mesmo efeito. Às vezes, substitua por batatas.

Um estudo com mais de 2.500 homens e mulheres realizado pela Universidade Tufts, em Massachusetts, constatou que as mulheres que bebiam refrigerante sabor cola tinham ossos mais fracos do que as que não tomavam. Com os refrigerantes diet o efeito é o mesmo, mas os outros sabores não tiveram impacto sobre a densidade óssea. 

Pode causar cálculos renais

Beber muito líquido, em especial água, ajuda a evitar cálculos renais. Antigamente, acreditava-se que chá, café e álcool provocavam o surgimento das pedras, mas o pensamento mudou. E, com moderação, cerveja e vinho podem atuar como protetores. No entanto, descobriu-se que refrigerantes à base de cola aumentam o risco de formação de cálculos, então é melhor evitá-los se você tem tendência a desenvolver essas incômodas pedras.

Refrigerante faz mal? O veredito:

Sim, o consumo frequente e exagerado de refrigerante faz mal. Dessa forma, se quer beber algo refrescante a melhor opção é água aromatizada não adoçada. Mas também não é preciso pânico, um refrigerante de vez em quando não é um grande problema.