A moda de cortar a própria franja em casa foi um dos hits da quarentena. Mas talvez, agora ela esteja naquele estágio de “nem lá, nem cá”. É o seu caso? Então continue acompanhando este post e aprenda a disfarçá-la!

A solução mais simples para esse dilema seria cortar novamente, mantendo o corte de cabelo, mas talvez outra mudança no visual seja o interesse. 

Franjas, apesar de bonitas e clássicas, são um corte de cabelo bastante complicado, pois não é todo tipo que irá combinar com o formato do rosto.

Além disso, há diferença entre franjas cortadas por profissionais e aquelas cortadas com a ajuda de tutoriais – nada que jamais tenha impedido alguém de cortar sozinho.

A chegada do verão também pode ser um dos fatores motivacionais para deixar para trás os cortes com franjas. Em um país tão quente como o nosso, o suor faz franjas grudarem na testa e qualquer penteado virar um rabo de cavalo dentro de poucas horas. 

Créditos: Ridofranz/iStock

Afinal, o que fazer com uma franja que está crescimento e que não se quer mais usar? Como esconder ou disfarçar o cabelo e resistir a tentação de cortar novamente?

Faixas&Tiaras

Aproveite que esses acessórios estão em alta e se jogue no diferentes tipos e cores! Tiaras são, geralmente, um arco feito de plástico ou metal, que podem ou serem adornadas ou forradas com pedras, paêtes, flores, etc.

Normalmente são mais soltas, para não pressionarem a cabeça, e pode ser preciso o auxílio de grampos para segurar sua franja no lugar.

Ou talvez, passar um pouco de cera ao pentear o cabelo na direção desejada. O resultado vai depender da personalidade da sua tiara, podendo ser delicado e romântico ou extravagante e festivo. 

Tiaras dão um ar de realeza à qualquer look
Créditos: nicoletaionescu/iStock

As faixas são feitas de tecido e podem ou não ter elástico, geralmente são mais apertadas e vão segurar sozinhas sua franja no lugar.

Elas também são muito versáteis, podendo atribuir um look mais minimalista com as faixas simples e de um tom só. Ou um visual mais moderno, com as faixas que imitam nós. 

Presilhas

Uma forma também tradicional de prender cabelos (e franjas) é com o auxílio de presilhas. Esse acessório é charmoso e também voltou à moda recentemente, com blogueiras e influencers inovando na tendência.

Nessa nova onda, um par é usado com cada peça de um lado da cabeça, num visual partido ao meio. Entretanto, deixe sua criatividade fluir!

Separe o cabelo com uma risca lateral, divida para um dos lados e use a presilha para segurar no lugar, assim escondendo a franja.

Ainda, puxe a franja para trás e prenda com a presilha no meio da cabeça. A partir dessas arrumações você pode desenvolver outros penteados e modos de arrumar seu cabelo.

Só não se esqueça de sempre manter o tratamento em dia: cabelos quebradiços e ressecados podem piorar em contato constante com ferramentas mecânicas.

Por isso, se quiser conferir dicas para ter um cronograma capilar capaz de deixar seu cabelo sempre bem cuidado, confira também este post!

Grampos

Nem tiaras, nem presilhas. O desejo é esquecer que a franja existe e não chamar atenção para a região superior da cabeça? Então grampos (da cor próxima ao tom do seu cabelo) são a solução perfeita.

Mas, ao invés de prendê-los no mesmo sentido que as presilhas (com a ponta apontada para suas costas), o truque é esconder pela frente.

Ao agarrar a mecha de cabelo desejada com o grampo virado para frente, apenas a pontinha dele ficará visível. Essa técnica é muito utilizada em penteados vintages para segurar os cachos nos lugares. 

Grampos podem ser parte do look ou podem ficar escondido
Créditos: Mananya Kaewthawee/iStock

No mesmo estilo das presilhas, também pode-se deixar os grampos à mostra e trazer a atenção para eles. Ou utilizando vários de uma vez só e construindo um padrão, ou usando grampos coloridos/enfeitados, o look fica até mais chique – vários marcas de grife já usaram grampos para compor o look.

Penteados

Dependendo do estilo e do tamanho da sua franja, você vai conseguir incorporá-la em diversos tipos de penteados. O mais óbvio é penteá-la para trás, junto do cabelo, e misturá-la com as mechas das outras partes.

Dependendo do seu tipo de cabelo, pode ser necessária a ajuda de finalizadores como leave-ins ou óleos, e de acessórios como chapinhas e secadores. Além disso, você também pode utilizar pomada, cera e gel.

Outros estilos de penteado, como tranças, são uma ótima ideia, além de muito charmosos. Caso seu cabelo seja curtinho, o indicado é trançar apenas o pedaço da franja e prender, como se fosse uma tiara. 

Cortou e já se arrependeu

Se você acabou de cortar a franja e, além do arrependimento, o resultado não ficou legal, o que fazer?

Se você está em um lugar em que salões já estão com o funcionamento permitido, procure um cabelereiro de sua confiança e siga as regras de higiene e segurança.

Imediatamente esse profissional poderá “consertar” seus erros e até estilizar em um corte que funcione melhor para você. Um outro bom profissional para procurar é o Visagista, que oferece uma avaliação específica e um corte que se encaixe com você.

Cortar a própria franja é uma caixinha de surpresas: o resultado pode ser excelente ou terrível
Créditos: AVAVA/iStock

Caso você esteja em uma localização que não permita visitas presenciais ao cabeleireiro, tente agendar um corte online. O profissional irá se reunir com você em uma chamada de vídeo e ensinará como o procedimento deve ser feito.

Como deixar a franja crescer?

Tendo paciência, todo cabelo cresce e o que era franja passa a ser apenas mais uma mecha de cabelo. A média de crescimento capilar é de um centímetro por mês, mas nem todo organismo vai seguir essa regra.

Algumas pessoas, mesmo com uma alimentação e hábitos saudáveis, não têm um bom crescimento e precisam usar outras táticas para estimular o crescimento. 

O ideal é primeiro se consultar com um dermatologista para saber qual é a melhor opção no próprio caso. Muitos complexos vitamínicos podem ajudar nesse processo, por vezes suprindo uma carência que não se sabia da existência. Mas, vitaminas em excesso no organismo não são metabolizadas e sim excretadas – logo, pode ser um dinheiro mal investido. 

Formas de esconder a franja não faltam, mas é preciso paciencia para esperar ela crescer
Créditos: jinjo0222988/iStock

Existem muito tônicos capilares para crescimento no mercado, desde os mais baratos e caseiros aos mais caros e complexos. Caso opte pelo uso desses, escolha o mais compatível com o seu poder de compras – não arrisque fazer dívidas por produtos de beleza ditos milagrosos!

Muitas pessoas juram pelo poder do óleo de rícino um crescimento acelerado do cabelo. O segredo estaria em aplicar o óleo diretamente no couro cabeludo, massagear e ir dormir, lavando somente na manhã seguinte.

O óleo de rícino tem propriedades anti-inflamatórias, antibacterianas e antifúngicas, além de auxiliar no combate à caspa e ser um condicionador tradicional. 

O grande segredo para a franja crescer e o cabelo se manter saudável é também ficar longe de estresse, com os cuidados em dia. Assim, o cabelo tem uma queda saudável e permanece bem tratado, podendo crescer com força.