Um bom travesseiro fornece conforto e apoio. Um travesseiro fofo que faz a cabeça afundar, ou um tão duro que provoque um torcicolo, pode resultar em dor no pescoço. Contudo, mesmo com essa informação a escolha não é fácil. O mercado oferece uma variedade enorme de produtos, cada um com seus prós e contras, e é importante conhecê-los para saber qual escolher.

1. Travesseiros de penas ou plumas

Travesseiros de penas ou plumas são os mais caros. Eles são um dos travesseiros mais macios e leves que existem. Além disso, as penas e plumas permitem uma troca frequente de ar evitando que esquente. Eles parecem suntuosos, mas não são bons para quem sofre de alergia, a não ser que sejam hipoalergênicos.

Escolha uma fronha de trama apertada para que as pontas agudas não fiquem cutucando. Se você costuma dormir de barriga para cima, esse é o tipo ideal para você.

2. Travesseiros de espuma de látex

Travesseiros de espuma de látex mantêm sua forma mesmo depois de várias deformações e dão bom apoio, de modo que são úteis se você sofre de dor no pescoço ou nas costas. São também resistentes a ácaros de poeira da casa – boas notícias para quem é alérgico.

Assine nosso conteúdo exclusivo

3. Travesseiros de espuma com molas

Travesseiros de espuma com molas permitem uma maciez ímpar e não deformam facilmente com o tempo. Assim como os travesseiros de espuma de látex, são ideais para quem tem alergia a ácaros e poeira.

4. Travesseiros com espuma de memória ou tecnologia tempur – ou travesseiro da NASA

Travesseiros com espuma de memória ou tecnologia tempur (material viscoelástico que se adapta ao contorno da cabeça e do pescoço) oferecem apoio e alívio para o pescoço e a musculatura dos ombros, exercendo uma menor pressão nas áreas mais quentes ou salientes e facilitando a circulação sanguínea. Esse travesseiro também é conhecido como “travesseiro da NASA”. É importante ficar atento na hora da compra para ter certeza que ele é 100% feito de espuma viscoelástica.

5. Travesseiros de microfibra

Se você não gosta de travesseiros pesados, provavelmente encontrará nos travesseiros de microfibra uma alternativa viável. É um tipo de travesseiro muito flexível, porém costuma absorver bastante calor, o que pode gerar desconforto por conta do aquecimento gradual.

6. Espuma de poliuretano

São travesseiros que não cedem com o peso da cabeça, o que pode ser uma boa opção para quem costuma dormir de lado. Entretanto, o poliuretano é um material inflamável, além de estar relacionado a problemas de saúde como a tireoide. Por isso, vale a pena perguntar sobre a viabilidade desse material a um médico.

Leia também: A sujeira nos lençóis limpos  e veja algumas dicas para manter a sua roupa de cama sempre bem limpinha.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!