Faça uma busca
Já tem cadastro? Faça login aqui.
Cadastre-se para continuar lendo!
Artigo exclusivo para assinantes!
É grátis e você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos
devices
Já sou assinante da Revista Impressa

Entendo que, respondendo a esta promoção, serei ingressado nos sorteios aqui oferecidos e passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, entre em contato com a nossa Central de Atendimento. Conheça também a nossa Política de Privacidade e Uso de Dados

Aproveite e assine o site seleções por apenas R$1,99 no primeiro mês. Clique aqui.
|
Publicado em: 21 de abril de 2020

Diga adeus a carrapatos, pulgas e vermes nos seus pets

Experimente esses tratamentos naturais para cuidar do seu pet.

Imagem: Bigandt_Photography/ Istock

Manter nossos bichinhos livres de parasitas e doenças é essencial para a saúde deles e também a nossa. Os métodos de controle ecológico contra parasitas (como carrapatos, pulgas e vermes) incluem tratamentos isentos de substâncias químicas que você pode fazer em casa e procedimentos básicos de higiene doméstica.

As medidas de prevenção funcionam no combate aos parasitas com que os animais de estimação se contaminam por meio do contato com outros animais ou no meio ambiente. Já as vacinas, em geral, são recomendadas para controlar doenças virais. Converse com o veterinário da sua confiança sobre cada caso.

Carrapatos

Os carrapatos são parasitas que existem tanto nas áreas urbanas quanto no campo. Por isso, é essencial que você examine seus animais regularmente para ver se eles contraíram carrapatos.

1. Busque ajuda veterinária imediata se perceber que o animal está com dificuldade de respirar e sem firmeza nas pernas.

2. Procure pequeninas saliências passando a mão de um lado para o outro no pelo dos seus bichinhos.

3. Use uma pinça para remover o carrapato. A pressão dos dedos pode fazer com que mais veneno seja injetado. Além disso, não se preocupe se a cabeça do carrapato ficar na pele, pois ele morrerá e acabará caindo.

Leia também: 12 sinais de alerta para o câncer em cães

Sintomas:

Andar desequilibrado, febre, fraqueza, dores musculares e perda de apetite.

Pulgas

As pulgas são pequenos insetos de coloração escura que se alimentam de sangue. Elas causam muita coceira e perda de pelo nos animais de estimação. Por isso, eliminá-las é muito importante para manter a saúde do seu pet.

1. Escove o animal regularmente com pente contra pulgas. Uma coleira antipulgas pode ajudar, mas as pulgas estão se tornando mais resistentes às substâncias nelas contidas.

2. Use um controlador de crescimento de insetos. Essa forma atóxica de controle de pulgas funciona ao transmitir hormônios para os ovos e larvas de pulgas, desde que todos os animais da casa sejam tratados com o mesmo produto. Este é encontrado em várias formas, incluindo aerossol, que é borrifado no animal e nos móveis. Mas também pode ser encontrado no formato de pílulas, que você pode misturar na comida do animal.

3. Junte um pouco de levedo de cerveja à comida do animal. Ele contém substâncias que produzem um odor cutâneo que afasta as pulgas. Use 2 colheres (sopa) de levedo para cada 4 quilos de massa corporal do animal, em alimentos umedecidos.

4. Lave as roupas de cama do animal toda semana (e todos os brinquedos de tecido) na água mais quente que o tecido suportar e deixe que sequem ao sol. Lave as capas soltas dos móveis regularmente também, além de tapetes e cortinas.

5. Aspire tapetes, cortinas e estofados uma vez por semana. Polvilhe uma camada de sal de cozinha pelos estofados e tapetes, e deixe por uma noite antes de passar o aspirador.

Leia também: Alimentação saudável para seus pets

Sintomas:

Irritações cutâneas, picadas na pele, coceira, reações alérgicas. Em casos extremos, morte por infecções secundárias.

Verme do coração

A verminose de coração, ou dirofilariose canina, como é conhecido em termos médicos, é mais comum nos meses quentes.

1. Sua transmissão ocorre por meio da picada de mosquitos. Por isso, é importante eliminar a água parada, que é um terreno fértil para a proliferação desses vetores.

2. Mantenha os animais dentro de casa tanto quanto possível nos horários em que os mosquitos estão mais ativos – ao amanhecer e ao entardecer na primavera e no verão.

Sintomas:

Dificuldade de respirar ao se exercitar, tosse persistente, vômitos, relutância a se movimentar, apetite reduzido, perda de peso.

Verme do intestino

Os vermes do intestino são vermes parasitários segmentados. Disseminam-se pela ingestão de carne e vísceras infectadas.

1. Cuide para que as crianças lavem as mãos depois de brincar em um cercado de areia ou com um animal. Elas podem pegar larvas de vermes (nematelmintos) de ambas as fontes. 

2. As pulgas são uma fonte de infecção por tênias. Se seu animal tiver pulgas, elimine-as primeiro. Isso ajudará a evitar a infestação por tênias.

3. Não deixe seu animal comer roedores, pois estes transmitem tênias. 

4. Se o animal apresentar qualquer sintoma, peça ao veterinário que forneça um vermífugo seguro e eficaz.

Leia também: Cuidados com seu cão idoso

Sintomas:

Pelo sem brilho, barriga inchada, gengivas sem cor, vômitos, ovos nas fezes. O animal lambe o ânus e arrasta o traseiro.

Vírus

As viroses mais comuns que acometem os animais são: cinomose, hepatite, parvovirose, enterite felina, imunodeficiência felina (AIDS) e leucemia felina.

1. Recomenda-se dar a cães e gatos uma vacina temporária entre a 6ª e a 8ª semana de vida, seguida pela vacina adulta ou completa entre a 12ª e a 14ª semana.

2. Os reforços anuais estão sujeitos a polêmica, então consulte o veterinário sobre essa necessidade para o seu animal.

Sintomas:

Apetite reduzido, vômitos, barriga inchada, fezes moles ou líquidas, sangue nas fezes, gemidos de desconforto.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados