Admita: um guarda-chuva provavelmente já te salvou de chegar encharcado no trabalho ou a um encontro. A peça, que hoje em dia é comum, já foi objeto de luxo, usado apenas por soberanos. Hoje em dia podemos encontrá-lo em qualquer esquina, e, ainda assim, é um dos itens mais necessários para se levar na bolsa.

Mas não para por aí: dá para fazer muito mais do que se pensa com o guarda-chuva. Conheça outros 7 dos mais diversos usos:

1. Use para secar roupa

Um guarda-chuva antigo compõe um prático varal de roupa. Basta remover o tecido e pendurar a armação de cabeça para baixo no suporte da cortina do boxe. Prenda a roupa molhada com pregadores no seu novo varal, que ainda por cima pode ser guardado dobrado. E, depois que estiverem secas, aplique um desses truques para organizar melhor a roupa no armário e ganhar espaço!

2. Limpe um lustre

Da próxima vez que subir a escada para limpar o lustre ou o ventilador de teto, leve uma sombrinha antiga. Abra-a e pendure o cabo no artefato, de forma que ele fique de cabeça para baixo e retenha a sujeira que cair. Aliás, confira ainda 12 outras dicas para facilitar o dia da limpeza em sua casa!

3. Cubra os pratos do piquenique

A fim de impedir que as moscas se sirvam da sua comida antes de você, abra um guarda-chuva antigo e remova o cabo. Coloque o guarda-chuva sobre os pratos, que também ficarão protegidos do sol.

4. Destaque-se da multidão com um guarda-chuva

Da próxima vez que você e seu par forem a um evento muito concorrido, carregue guarda-chuvas iguais com cores chamativas. Se vocês se perderem, abram os guarda-chuvas e provavelmente estarão juntos num instante. Além disso, guarda-chuvas podem poder ótimos cenários para fotografias com seu par!

5. Restrinja a água pulverizada às plantas

As plantas domésticas adoram uma borrifada de água, mas suas paredes não gostam nem um pouco de ficar ensopadas. Coloque um guarda-chuva entre a parede e a planta para dar banho somente nelas.

6. Dê apoio às plantas

A ventania revirou seu guarda-chuva e rasgou o tecido? Antes de jogá-lo no lixo, remova as varetas. Elas formam suportes excelentes para alguns arbustos, como as peônias. Antes de começar a sua plantação, confira 7 erros comuns na hora de plantar em casa e como evitá-los!

7. Crie um suporte instantâneo

Remova o tecido de um guarda-chuva a

ntigo e enterre o cabo no solo para sustentar plantas trepadeiras. O guarda-chuva coberto com flores ficará magnífico no jardim. Proteja suas mudas Use um guarda-chuva antigo para proteger suas delicadas mudas dos rigores do tempo. Abra-o, remova o cabo e cubra as mudas quando a previsão do tempo
preocupar você.

Você sabia?

O guarda-chuva, antes de proteger as pessoas de chegarem molhadas no trabalho, teve outras funções mais antigas. Sua origem é incerta; há registros de objetos parecidos utilizados na Mesopotâmia, atual Iraque, há quase 3 mil anos. Outros afirmam que a peça pode ter surgido no Egito antigo, como forma de proteger os soberanos do sol escaldante. E há registros ainda mais antigos, datados do século XII a.C, na China!

Em muitos desses locais, o uso adotado para ele era o de proteção contra o sol, e não contra a chuva. Além disso, seu uso era majoritariamente feminino. Foi apenas em 1750 que Jonas Hanway, um escritor inglês, passou a usá-lo em público. No início causou estranhamento, mas logo a popularidade (e praticidade) se espalhou pela quase sempre chuvosa Londres.

Existem até hoje nesses mesmos locais diversos tipos de sombrinha, como também é chamado. Aliás, o nome é adotado justamente porque, antes, sua função era a de proteção do sol. Assim, na próxima vez que usar um, lembre-se de que se trata de um objeto milenar!