Faça uma busca
|
Publicado em: 18 de dezembro de 2018

8 coisas que você nunca deve fazer no avião

Com as férias vêm os passeios e a viagens de avião que, principalmente as longas, merecem atenção redobrada.

Imagem: southtownboy/iStock

A viagem de avião tem seus segredos de “modos de usar”, porque voar nem sempre é agradável, mas estas dicas vão melhorar a sua experiência:

Ficar na poltrona do meio

Mais da metade dos americanos prefere ir ao dentista a ficar preso entre dois colegas passageiros, de acordo com uma pesquisa de 2009 do Global Strategy Group. Mas às vezes só resta a poltrona do meio. Aumente a probabilidade de escapar dela criando um alerta gratuito no site expertflyer.com. Você escolhe o tipo de poltrona que prefere (janela ou corredor) e o número do voo. Caso surja uma poltrona que atenda à sua necessidade, você receberá um e-mail. Aí basta ir ao site da empresa aérea e trocar de lugar.

Esquecer o tratamento de pele matutino 

Só porque ficará dentro do avião você não deve esquecer o protetor solar. Um pequeno estudo constatou que os pilotos que voam uma hora recebem a mesma quantidade de radiação de quem fica vinte minutos numa câmara de bronzeamento artificial. Também é bom usar hidratante para evitar coceira e secura na pele; o ar pressurizado do avião é sabidamente seco.

Dormir antes da decolagem 

Se isso acontecer, será mais difícil equalizar a pressão nos ouvidos (que acontece mais depressa quando bocejamos ou mascamos chiclete). Se você costuma ter dores de cabeça induzidas pelo voo, aguente o sono até os ouvidos estalarem.

Saiba mais sobre enxaquecas neste link.

Fechar a ventilação 

O ar que circula dentro do avião talvez não seja o mais fresco possível, mas mesmo assim o vento no rosto pode ser benéfico. Os médicos recomendam abrir a ventilação sobre a poltrona e regulá-la de baixa a média para evitar que os germes permaneçam em seu espaço pessoal.

Pedir café ou chá no avião

Muitas empresas aéreas preparam as bebidas quentes com água do tanque de bordo, e – surpresa! – ele não é a parte mais limpa do avião. Um relatório de 2012 da Agência de Proteção Ambiental dos EUA verificou que 12% dos aviões levavam água com coliformes, indicação de que outras bactérias prejudiciais poderiam estar presentes. Os especialistas dizem que, em geral, aquecer a água do chá e do café não a desinfetará completamente.

…Ou tomar refrigerante 

O aumento de altitude pode fazer o gás intestinal se expandir até 30%, e é bom evitar bebidas carbonatadas em pleno ar. Mantenha o estômago tranquilo com água mineral.

Flatulência não é considerada uma doença, mas nos deixa desconfortáveis e constrangidos.

Tocar aquela mesinha

A mesinha das costas da poltrona é a superfície mais cheia de bactérias do avião. Um estudo constatou que as mesinhas abrigam uma média de 334 bactérias formadoras de colônias por centímetro quadrado. Compare com as 41 do botão de descarga do banheiro. E, embora todas as amostras tenham dado resultado negativo para bactérias potencialmente infecciosas como E. coli, ainda assim é melhor manter a comida no prato.

Ficar sentado o voo inteiro 

O mais importante: em viagens de mais de quatro horas, ficar no mesmo lugar pode retardar a circulação e provocar um pequeno risco de coágulos. Ande até o banheiro a cada duas ou três horas ou faça alguns exercícios no mesmo lugar. Estique as pernas e flexione os pés ou puxe cada joelho até o peito durante 15 segundos.

Por Juliana LaBianca

Saiba mais sobre coágulos e trombose venosa em viagens aéreas.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados