Faça uma busca
|
Publicado em: 25 de maio de 2021

Seus pets soltam muito pelo? Saiba por que isso ocorre

A queda de pelo pose ser causada por fatores ambientais ou até mesmo por questões de saúde e alimentação. Saiba mais!

Imagem: Andrey Zhuravlev / iStock

Quando se tem um bichinho, temos que assumir algumas responsabilidades. Uma delas é para com a saúde dele e, para isso, é preciso ficar atento para mudanças no comportamento do animal por mais sutis que possam ser. A queda de pelos em animais pode ser normal, porém se você está observando uma queda excessiva ou apenas em um determinado espaço, seu bichinho pode estar precisando de cuidados extras. Descubra aqui algumas razões para seu amigo de quatro patas estar soltando tanto pelo.

Leia também: Pelo de gato ou cachorro no sofá? Confira dicas para limpar!

A queda de pelo dos animais domésticos além de ser um transtorno por sujar bastante a casa, também pode trazer alguns incômodos relacionados à saúde. Alergia a pelo de cachorro e de gato é algo bem comum e pode provocar espirros constantes, tosse seca, coceira no nariz, olhos e pele, sempre que estiver em contato com o animal. Em casos mais graves pode causar até crises de asma.

Porém, antes de tratar da queda de pelo do seu animal, é preciso entender por que ela ocorre.

cães e gatos

1. Mudança climática

A troca de pelos em animais pode ser apenas sazonal. Se você tem um cachorro soltando muito pelo, verifique se isso não se deve à mudança de estações. O pelo dos animais funciona como um regulador de temperatura, sendo assim, em um clima mais quente, é comum que o animal solte mais pelo que o comum.

2. Estresse agudo

Grandes estresses como mudanças de ambiente, abandono, separação ou perda do dono ou de um outro bichinho companheiro pode resultar na perda de pelos também.

3. Parasitas

A queda de pelo em animais também pode se dar por parasitas encontrado no animal. Essa situação é bem comum em animais resgatados que ficam expostos a parasitas como piolhos, pulgas e carrapatos que podem trazer doenças como sarna que está associada à coceira e, consequentemente, maior queda de pelo.

Leia também:  Doença do carrapato: o que é e como proteger seus animais

4. Alergia

Alguns animais são alérgicos a certas substâncias e materiais, assim como os humanos e tal alergia pode se desenvolver em uma dermatite. Os sintomas são: coceira, vermelhidão, descamação da pele, queda de pelos devido ao constante atrito na região e lesões provocadas pelas unhas do animal.

A alergia e a dermatite podem ser provocadas por produtos de limpeza usados na casa, incensos, perfumes, pólen, mofo, fumaça de cigarro, lã, plástico, alguns remédios, coleiras, certo tipo de comida, entre outros fatores.

5. Alimentação

Falando em alergia, a alimentação do animal também deve ser observada, pois seu animalzinho pode ser alérgico à determinados tipo de comida. Os cães são as principais vítimas nesse caso pois os aditivos, conservantes e outras substâncias químicas usadas nas rações industrializadas são grandes vilões da saúde canina. Portanto, a queda de pelo do seu cachorro pode estar sendo causada por substâncias contidas na ração que ele come.

6. Desordens hormonais

O desequilíbrio hormonal nos animais pode ser causado por idade ou por doenças como o hipotireoidismo que são mais comuns em determinadas raças. A falta desses hormônios pode acarretar na queda de pelo em excesso do animal.

7. Doenças

Hipotiroidismo é apenas uma das doenças que podem resultar na queda de pelo. Entre as outras estão o câncer, infecções fungais ou bacterianas, doenças sistêmicas como a doença do carrapato ou a anemia e problemas de mal funcionamento nos rins e fígado.

8. Queimaduras de sol

Apesar da pelagem ajudar na proteção, o animal que passa muito tempo exposto ao sol também pode ter a pele queimada por ele. Essa queimadura, geralmente, acarreta na sensibilidade da pele do animal e, consequentemente, na queda dos pelos.

9. Irritação na pele

Muitas vezes resultado de alergias, queimaduras, mudanças de ambiente, coceira excessiva em algum lugar específico por parasitas, a irritação na pele é outro motivo que pode causar a queda de pelo. Mas a irritação na pele pode ser um dos sintomas de alguma outra causa como as já citadas, portanto, é sempre bom investigar mais a fundo.

10. Medicamentos

Assim como humanos, animais também podem ser alérgicos a alguns medicamentos e também podem exibir efeitos colaterais de certos remédios. Sempre bom estar atento aos remédios que seu bichinho toma.

11. Trauma autoinduzido

Traumas causados por muitas lambidas, ou mordidas, ou o arranhar das unhas no ato de coçar em um mesmo lugar pode deixar a pele sensível ou até criar pequenas lesões.

12. Período de cio, gravidez, pós-parto e amamentação

Como foi dito, a queda de pelo em gatos e cachorros pode ser causada por desordens hormonais. Portanto, a mudança hormonal causada pelo cio, a gravidez, o pós-parto e a amamentação, também é uma das possíveis causas.

Sintomas associados à queda de pelo

Existem alguns sintomas que podem ser associados à queda de pelo e podem te ajudar a identificar.

  • Vermelhidão, inchaços, manchas ou cicatrizes na pele;
  • Coceira;
  • Pelo seco e ralo, que cai facilmente;
  • Feridas abertas;
  • Constantes mordidas ou lambidas no local.

Como evitar a queda de pelo

Para evitar a queda de pelo, em primeiro lugar, é preciso ter atenção no comportamento do seu animalzinho. Em segundo, assim que um comportamento estranho for notado, é recomendável que o animal seja levado ao veterinário para que seja dado um diagnóstico correto.

Caso seja apenas queda de pelo excessivo, o médico veterinário pode recomendar algum tratamento como remédios para queda de pelo ou vitaminas para fortalecer os pelos do seu bichinho.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close