As cozinhas são grandes consumidoras de energia e água, além de serem também as maiores fontes de resíduos nas casas. Assim, vale a pena dedicar um tempo à avaliação de sua rotina na cozinha e fazer algumas mudanças.

Reduzir gastos na cozinha significa usar os recursos com inteligência e escolher eletrodomésticos eficientes. Considerar aparelhos que não gastam muita energia elétrica no ato da compra também é uma forma de economizar e ajudar o planeta.

Além das dicas a seguir, é preciso entender que é preciso tomar medidas inteligentes. A reciclagem, por exemplo, é essencial para uma cozinha econômica, já que é possível reutilizar embalagens de diversas formas.

Entenda a seguir como reduzir gastos na cozinha com medidas e escolhas simples:

Lyudinka/iStock

1. Escolha sua geladeira corretamente

Geladeiras e freezers consomem muita energia. Por isso, na hora de comprar esses eletrodomésticos, escolha modelos econômicos. Isto lhe garantirá uma redução dos gastos a longo prazo.


MarianVejcik/iStock

2. Invista em fogões a gás

Fogões a gás têm metade do custo de funcionamento dos modelos elétricos e produzem metade dos gases causadores do efeito estufa. Entretanto, ainda vale a dica acima: procure modelos econômicos!


lyulka/iStock

3. Atenção aos congelados

Para reduzir o tempo de cozimento de pratos congelados, descongele-os na geladeira antes de levar ao forno ou ao fogão.


Hakase_/iStock

4. Use uma segunda pia

Ao lavar os pratos manualmente, mergulhe-os numa segunda pia cheia de água fria e limpa, em vez de enxaguá-los sob a torneira. Se em sua casa não houver uma segunda pia, improvise com uma bacia cheia de água.