Sem educação financeira, o brasileiro teve que se virar para aprender a se livrar das dívidas e investir. Tarefas especialmente difíceis nos últimos tempos de pandemia, com incerteza econômica, desemprego em níveis historicamente altos e queda da Selic para 2,25% ao ano, fazendo a poupança, investimento mais popular do país, apresentar taxa de juros real (descontada da inflação) negativa.

Para juntar dinheiro e fazê-lo render, o brasileiro busca conteúdos gratuitos para aprender na prática, da mesma forma que recorre ao YouTube para tutorial de maquiagem ou receita de bolo.

Veja também:

A pedido da reportagem, o YouTube levantou os dez canais de finanças brasileiros que mais cresceram ou tiveram vídeos em destaque nos últimos quatro meses, período marcado pelo distanciamento social.

Neles, youtubers ensinam o beabá financeiro e recomendam produtos. Com uma linguagem fácil e acessível, abordam desde o básico até operações mais complicadas no mercado e, muitas vezes, compartilham suas próprias finanças como exemplo.

Há também dicas mais inusitadas: como economizar no banho e no restaurante e como conseguir produtos e serviços de graça.

JÚLIA MOURA || FOLHAPRESS (SÃO PAULO, SP)

Reprodução/Youtube

ME POUPE (5,1 milhões inscritos)

A jornalista e especialista em finanças Nathalia Arcuri deixou a TV Record em 2015 parar criar o seu canal com dicas sobre como economizar, até na hora do banho, e organizar as finanças. Com uma linguagem simples e didática, ela explica o básico dos investimentos. Desde o que é o Tesouro Direto até como pagar o Imposto de Renda.


Reprodução/Youtube

NATH FINANÇAS (160 mil inscritos)

Com uma linguagem jovem, a estudante de administração ensina como economizar e começar a investir com menos recursos, explicando o que é renda fixa e renda variável e como abrir conta em corretora. Os vídeos abordam desde como sacar o FGTS e o auxílio emergencial a como curtir bloquinhos de Carnaval gastando apenas R$ 9.


Reprodução/Youtube

O PRIMO RICO (3,8 milhões de inscritos)

Thiago Nigro é um ex-assessor financeiro. Ele vendeu o seu escritório ligado à XP e criou o canal em 2016 para disseminar suas dicas de como enriquecer e como abandonar pensamento e comportamentos “de pobre”. Em uma das séries do canal, ele investe uma parte de sua carteira publicamente, com o objetivo de chegar a R$ 1 bilhão.


Reprodução/Youtube

FAVELADO INVESTIDOR (112 mil inscritos)

Com o lema “da favela para a Bolsa”, Murilo Duarte e Vinicius Silva mostram que é possível investir com qualquer valor.

Formados em ciências contábeis e fãs do Primo Rico, eles também iniciaram um investimento público com o objetivo de chegar aos R$ 100 mil ao fim de 2022. Além de conceitos básicos, o canal conta com análises de ações.