Faça uma busca
Já tem cadastro? Faça login aqui.
Cadastre-se para continuar lendo!
Artigo exclusivo para assinantes!
É grátis e você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos
devices
Já sou assinante da Revista Impressa

Entendo que, respondendo a esta promoção, serei ingressado nos sorteios aqui oferecidos e passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, entre em contato com a nossa Central de Atendimento. Conheça também a nossa Política de Privacidade e Uso de Dados

Aproveite e assine o site seleções por apenas R$1,99 no primeiro mês. Clique aqui.
|
Publicado em: 25 de março de 2021

Dermatologista explica quais são os melhores tratamentos para olheiras

Antes de definir o tratamento é importante conhecer o que causa suas olheiras

Imagem: iStock

As manchas escuras na região dos olhos costumam ser motivo de grande incômodo por parte de quem tem olheiras. E por isso, muitas pessoas recorrem a tratamentos para olheiras — como cremes, lasers, preenchimentos e produtos clareadores.

No entanto, antes de buscar o que é bom para olheiras, é importante conhecer suas causas e tipos. Para que assim, após a consulta com um dermatologista, seja recomendado o melhor tratamento para suas olheiras, conforme as necessidades de sua pele.

“Não é tão fácil ou simples tratar o problema. Por isso, é necessário uma avaliação mais profunda e um exame clínico para saber a devida origem das olheiras. Há tratamentos dermatológicos que podem amenizar o quadro, assim como mudanças na alimentação que podem ajudar”, explica a dermatologista Mariana Corrêa, que tem título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Continue acompanhando esse post para saber mais sobre o que causa olheiras, quais são os principais tipos e tratamentos!

O que causa olheiras?

o que causa olheiras
Crédito: robertprzybysz/iStock

As olheiras podem ocorrer por diversos fatores, incluindo problemas de saúde, estresse e noites mal dormidas.

“Sabe-se que é uma desordem multifatorial que acarreta o problema. Dentre as razões estão questões hormonais, noites mal dormidas e problemas com o sono, gripes, desidratação, estresse, crise de choro e também a TPM”, explica a Dra. Mariana Corrêa.

Além de acentuar manchas na pele, e colaborar com o envelhecimento, a exposição solar também pode ser um vilão da boa aparência dos olhos.

“Outro aspecto quanto às olheiras diz respeito ao acúmulo de melanina na região vinculada aos efeitos da exposição solar contínua e acumulativa.”, explica a médica.

Além disso, as olheiras também podem ocorrer por questões genéticas (sabe-se que pessoas de descendência árabe e indiana têm maior propensão ao acúmulo de melanina nessa região) e por problemas ligados à saúde.

“Infecções intestinais, problemas digestivos, sinusite e rinite também podem provocar olheiras no paciente. Por isso é fundamental uma completa anamnese médica”, ressalta a Dra. Mariana.

Quais são os tipos de olheiras existentes? 

como amenizar olheiras
Imagem: iStock

As opções de tratamento para as olheiras variam conforme o tipo. De forma geral, os principais tipos de olheiras são:

  • Olheiras profundas: normalmente, possuem coloração castanha e têm causa genética.
  • Olheiras pigmentares: coloração amarronzada, em razão do acúmulo de melanina na região. São mais comuns em peles morenas.
  • Olheiras sanguíneas: coloração arroxeada pelo acúmulo de vasos na região.
  • Olheiras vasculares: coloração azulada, normalmente deixa a região mais inchada.

Averiguado o tipo, a opção de tratamento para olheiras é definida.

“Quanto aos tratamentos dermatológicos para olheiras costumo recomendar: laser fracionado, o preenchimento com ácido hialurônico (que melhora muito a profundidade, textura, cor e aparência da pele na região), peelings e dermocosméticos clareadores e cremes  clareadores e à base de ácido hialurônico para manutenção em casa”, explica a dermatologista.

Tratamentos caseiros para olheiras

tratamentos caseiros olheiras
Crédito: Halfpoint/iStock

Adicionar duas rodelas de pepino nos olhos é uma das etapas de skincare de algumas pessoas. Mas afinal, como o pepino age na pele? O segredo desse truque clássico é que pelo pepino ser composto basicamente por água ele ajuda na hidratação da pele.

Leia também: veja como a yoga facial pode reduzir suas olheiras

Além disso, se for posta gelado sobre os olhos, o pepino também ajuda a promover a vasoconstrição (diminuição dos vasos sanguíneos) no local, suavizando a aparência.

A mesma tática funciona se, ao invés do pepino, você fizer compressas de água gelada nos olhos. Ou então, de chá de camomila. Com ação calmante e anti-inflamatória da camomila, há uma redução do arroxeado da região. Confira aqui outras dicas para amenizar a aparência das olheiras.

Alimentação também influencia nas olheiras

antioxidantes-menu
Imagem: iStock

Quanto à rotina alimentar, vale destacar que o consumo de alimentos antioxidantes também pode beneficiar a aparência da região dos olhos. E isso porque esses nutrientes agem na firmeza e resistência dos vasos sanguíneos.

“Outros alimentos, como peixes ricos em ômega 3 (atum, salmão, sardinha), gengibre, chá verde, ou então a linhaça, que é um anti-inflamatório e protetor dos capilares sanguíneos, também ajudam muito”, explica a Dra. Mariana.

E quem quer manter a boa aparência da região dos olhos também não pode se esquecer da ingestão regular de água ao longo do dia.

“A água é um fator importantíssimo que deve estar presente todos os dias nos nossos hábitos alimentares, sua importância não está somente em prevenir e amenizar as olheiras, e sim na manutenção da saúde de nosso corpo.”

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados