Você vai se surpreender com o pouco esforço necessário para melhorar a saúde dos músculos, retomando sua força, flexibilidade e equilíbrio — que podem ter sido prejudicados pelo excesso de tempo sem exercícios nesta quarentena.

Você verá que pequenas mudanças na rotina já podem promover grandes resultados e, se você já tem problemas, aliviar os sintomas e tornar a vida muito mais fácil.

Não acredita? Confira abaixo 9 coisas que você pode fazer para manter os músculos em forma.

1. Mantenha os músculos equilibrados

Para cada movimento que você faz existe um movimento contrário: puxar e empurrar, levantar e abaixar, torcer o corpo para a esquerda e para a direita. Exercitar os músculos opositores é o segredo da boa postura, de músculos fortes e da mobilidade prolongada.

2. Faça tratamentos

Repouso, gelo, compressão e elevação – esses quatro procedimentos proporcionam um tratamento essencial e efetivo para pequenas lesões dos tecidos moles, como distensões de ligamentos, lesões por ferimento ou impacto e rupturas musculares.

3. Evite movimentos repetitivos

Mesmo estresses e luxações pequenas podem causar problemas se realizados repetidamente. Se você tiver de cumprir ações repetitivas, como operar o mouse do computador, varie os movimentos e faça pausas.

4. Pratique pilates

Criado para alongar, tonificar e modelar os músculos básicos que utilizamos para manter a postura e estabilidade, o pilates também ajuda a melhorar a força e a flexibilidade e a reduzir os efeitos do estresse e a fadiga do corpo.

5. Aqueça e desaqueça

Músculos aquecidos são menos vulneráveis a lesões. Também é importante desaquecer e alongá-los após se exercitar para evitar que fiquem doloridos e contraídos. Confira aqui alguns alongamentos que aliviam dores.

6. Faça imersões

A água quente ajuda a aliviar dores e permite que os músculos relaxem e se restabeleçam.

7. Fique atento ao levantar

Levantar-se de maneira desajeitada e girar o corpo de forma brusca forçam demais os músculos.

8. Mexa-se

Movimentar-se e ajustar a posição enquanto trabalha ajuda os músculos a evitar cãibras, a aliviar os sintomas da lesão por esforço repetitivo (LER) e, ainda, a queimar calorias.

9. Relaxe

O estresse e a fadiga provocam tensão e cãibras musculares. E assim, aumentam a probabilidade de lesões. Por isso, interrompa as atividades por algum tempo e faça uma massagem relaxante, que alivia os pontos de dores e estimula a circulação. Confira 11 dicas de automassagem para reduzir tensões aqui!