O betacaroteno faz parte de um grupo maior de nutrientes conhecidos como carotenoides; que são pigmentos amarelo-alaranjados encontrados nas frutas e nos vegetais. Como o organismo converte-o em vitamina A, o betacaroteno é algumas vezes denominado pró-vitamina A. Todavia, ele proporciona outros benefícios além de suprir o corpo com essa vitamina.

O que o betacaroteno faz?

Além de reforçar o sistema imunológico, ele é um potente antioxidante, que neutraliza os radicais livres que podem lesar as células e causar doenças. Ao atuar diretamente nas células, combate e pode até reverter alguns distúrbios.

O betacaroteno é muito eficiente no combate às doenças cardíacas. Uma pesquisa realizada na Universidade Harvard revelou que o consumo diário de 50 mg desse nutriente reduz em 50% o risco de infarto do miocárdio, de AVC e de todas as mortes causadas por problemas cardiovasculares. Outros estudos mostraram que ele pode evitar que o mau colesterol (LDL) agrida o coração e os vasos coronarianos. Níveis elevados de betacaroteno também oferecem proteção contra os cânceres de pulmão, trato digestivo, bexiga, mama e próstata.

Principais benefícios

Atuando como antioxidante, o betacaroteno já reverteu algumas doenças pré-cancerosas; sobretudo aquelas que afetam a pele, as mucosas, os pulmões, a boca, a garganta, o estômago, o cólon, a próstata, o colo uterino e o útero. Além disso, já foi constatado que inibe o crescimento de células anormais, fortalece o sistema imunológico, fortifica as membranas celulares e aumenta a comunicação entre as células.

De quanto você precisa

Não existe uma ingestão diária recomendada (IDR), embora cerca de 5.000 UI atendam a IDR para a vitamina A. Contudo, doses maiores são necessárias para proporcionar efeitos imunoestimulantes e antioxidantes totais.

Tome os suplementos às refeições. Mas, se você tiver hipotireoidismo, doenças renais ou hepáticas ou distúrbios alimentares, consulte seu médico antes.

Provavelmente, ele será mais eficiente quando tomado em conjunto com outros carotenoides em uma fórmula mista. A maioria das pessoas se beneficia com o consumo diário de 25.000 UI (15 mg) de uma associação de carotenoides. Os indivíduos que correm um risco maior de sofrer de câncer podem tomar até 25 mg ao dia.

Também encontramos betacaroteno em muitos alimentos. As cenouras são a principal fonte desse nutriente, assim como outras frutas e vegetais amarelos, alaranjados e vermelhos. Os vegetais verdes, como brócolis, espinafre ou alface, também são benéficos. Quanto mais escuro o verde, mais betacaroteno eles contêm.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!