Se você não faz parte do time dos “favorecidos geneticamente”, que comem de tudo e não engordam, provavelmente já deve ter tido problemas para emagrecer.

Emagrecer, sem dúvidas, é uma tarefa árdua para muitas pessoas. E quando os anos passam e o metabolismo já não é mais o mesmo, se torna ainda mais difícil. Hoje já é de conhecimento popular que uma dieta equilibrada, aliada a uma rotina de exercícios, é fundamental para o emagrecimento. Porém, algumas outras mudanças no estilo de vida também podem ajudar.

Confira a seguir dicas de especialistas para perder uns quilinhos. E, ainda, evitar o vai e vem das medidas, o famoso “efeito sanfona”.

Abra os olhos

O primeiro passo para ajustar um comportamento é ter consciência do hábito que se deseja mudar, diz o Dr. John Foreyt, do Departamento de Nutrição da Faculdade de Medicina Baylor.

Para tanto, siga o programa de três passos criado por ele: pese-se diariamente, registre tudo o que comer e os exercícios que fizer.


Todo exercício conta

“Qualquer coisa que você fizer é positivo”, diz a Dra. Kelly Brownell, da Universidade de Yale. “Faz bem caminhar até a calçada e voltar? Se você estava sentado vendo TV, sim.”

O guia de exercícios para todas as idades


Vá com calma

“Pense no que você está comendo e saboreie, garfada por garfada”, diz o Dr. Walter Willett, da Faculdade de Saúde Pública de Harvard.


Trate-se melhor

Você serviria a outra pessoa aquilo que come? Segundo o Dr. Oz, a maioria das pessoas, “se olhasse com franqueza aquilo que come, diria: ‘Não, eu jamais deixaria outra pessoa comer essa porcaria. Mas eu estou comendo, e muito, aliás.’”