Diferentemente do que muitas pessoas pensam, a gordura corporal não é uma vilã. Confira seis pontos que devem ser levados em consideração. 

1. Nosso corpo precisa da gordura para viver

Sem gordura, nosso corpo não funcionaria adequadamente. Ela é um elemento essencial na sinalização hormonal e na criação dos hormônios reprodutivos. (Não conseguimos nos reproduzir se o percentual de gordura corporal cai demais; assim sendo, basicamente nenhum de nós estaria vivo hoje sem ela.) Embora nosso organismo produza um pouco de gordura, algumas delas só podem ser obtidas a partir dos alimentos. Esses ácidos graxos essenciais (AGEs) compreendem os ácidos linoleico e linolênico (também conhecidos como ácidos graxos ômega-6 e ômega-3). O equilíbrio correto entre eles é fundamental para a saúde do coração, para o desenvolvimento do cérebro, a regulação do humor, a coagulação do sangue e o controle de inflamações.

2. A gordura corporal nos protege

A gordura protege os órgãos do corpo ao funcionar como um amortecimento interno e como uma camada de proteção contra forças externas. Ela nos protege das diferenças climáticas ao ter um papel-chave na regulação e na manutenção de uma temperatura corporal ideal: nem quente demais, nem fria demais.

3. Precisamos da gordura corporal para absorver vitaminas importantes

Não poderíamos absorver as vitaminas A, D, E, e K sem a gordura – e é por isso que elas são conhecidas como vitaminas lipossolúveis, ou seja, solúveis em gordura. Essas vitaminas se acumulam no fígado e no tecido adiposo. Embora necessárias ao corpo apenas em quantidades modestas, em comparação com as vitaminas solúveis em água, elas são essenciais para termos olhos, dentes, ossos, pele e células saudáveis, para a resistência à infecção e para a coagulação sanguínea normal.

4 . O cérebro é gordura

Se você já comeu vísceras, provavelmente não está surpreso em saber que o cérebro humano é, em sua maior parte, feito de gordura. Cerca de dois terços do cérebro são compostos de gordura. E, na verdade, as células cerebrais dependem da gordura alimentar para sintetizar os tecidos cerebral e nervoso. Em resumo: seu cérebro precisa de gordura para se desenvolver e funcionar direito.

5. A gordura fortalece as paredes celulares

A gordura mantém as membranas celulares resistentes e saudáveis. Na realidade, duas camadas de gordura formam as paredes celulares, ou membranas, as fortalezas que protegem nossas células. A gordura não só conserva a estrutura celular intacta como também fornece energia para o funcionamento celular.

6. A gordura pode nos deixar mais atraentes

Em nossa cultura obcecada pela magreza, você pode se surpreender com a sugestão de que a gordura pode lhe trazer beleza. Mas é verdade, e acho importante parar de execrar a obesidade e o excesso de peso… parar de supor que gordura tem de ser sinônimo de feiura. Assim, vale ressaltar que a gordura mantém a pele e os cabelos saudáveis. Dessa forma, realça sua aparência, e, se você perder gordura demais no rosto, pode ficar com ar de abatido.