Faça uma busca
|
Publicado em: 31 de janeiro de 2020

Natação: confira os benefícios desse esporte para as crianças no verão

E veja também: qual é a melhor idade para começar a praticar?

Imagem: adokon/iStock

A natação é considerada um dos esportes mais saudáveis e completos que existem. E isso porque sua prática trabalha com quase todos os grupamentos musculares e articulações do corpo. A atividade é recomendável para pessoas de todas as idades. Principalmente pelo fato de que, com a amortização dos movimentos físicos pela água, as chances de se sofrer uma lesão são praticamente nulas.

Ioga: descubra os benefícios dessa prática para as crianças

Antes restrita aos clubes e colégios, a natação vem ganhando cada vez mais espaço nas academias de ginástica, o que tem estimulado os pais a matricularem seus filhos ainda bem pequenos, até mesmo com menos de um ano de idade. E são inúmeros os benefícios que a natação proporciona aos bebês.

Qual é a melhor idade para começar a prática da natação?

Em pouco tempo pode-se observar o aumento da resistência e da capacidade respiratória, além da melhora da coordenação, equilibro e conhecimento espacial. Ressalta-se que o desenvolvimento psicomotor proporcionado pela natação facilita o engatinhar e o posterior caminhar do bebê. A natação também fortalece o sistema imunológico, diminuindo o aparecimento de resfriados, otites e alergias. Além disso, os exercícios na água estimulam o apetite e contribuem para um sono mais tranquilo.

Especialistas divergem sobre a idade ideal de se iniciar o contato com a piscina. Alguns defendem a tese de que não é recomendável para bebês com menos de um ano. Mas outra parcela significativa recomenda que as crianças comecem a praticar natação a partir dos seis meses, idade em que o bebê já está imunizado contra agentes infecciosos. É claro que a piscina precisa estar muito bem cuidada, e de preferência sem cloro, que pode irritar os olhos e maltratar a pele.

Para maior tranquilidade, as aulas de natação para as crianças pequenas são ministradas, quase sempre, com a presença dos pais na piscina. Possuem caráter recreativo, sem compromisso com a técnica. E, se ainda existe dúvida sobre a conveniência de um bebê de poucos meses mergulhar em uma piscina para dar as suas pequenas braçadas, é bom lembrar que o bebê já está acostumado ao meio líquido desde a gestação.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close