Faça uma busca
Já tem cadastro? Faça login aqui.
Cadastre-se para continuar lendo!
Artigo exclusivo para assinantes!
É grátis e você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos
devices
Já sou assinante da Revista Impressa

Entendo que, respondendo a esta promoção, serei ingressado nos sorteios aqui oferecidos e passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, entre em contato com a nossa Central de Atendimento. Conheça também a nossa Política de Privacidade e Uso de Dados

Aproveite e assine o site seleções por apenas R$1,99 no primeiro mês. Clique aqui.
|
Publicado em: 27 de março de 2020

O que faz um hidratante e como escolher?

Há diversos hidratantes disponíveis no mercado mas você sabe qual é o ideal para você?

Imagem: zest_marina/iStock

A aplicação regular de hidratante é essencial nos cuidados com a pele. Esses produtos são encontrados em muitas formas diferentes, algumas mais eficazes do que outras.

Mas qual a função de um hidratante?

Os hidratantes repõem a umidade e os óleos nas camadas superiores da pele e formam uma camada protetora na superfície, para impedir a perda de umidade. Alguns oferecem proteção contra a radiação ultravioleta, reduzindo os danos e o envelhecimento da pele. Todos – sobretudo aqueles que têm mais de 30 anos e pele seca – devem usar diariamente um hidratante com FPS 20 ou maior.

Um bom hidratante amacia e alivia o ressecamento sem deixar a pele oleosa. Se a sua pele é seca, a sensação de “repuxamento” deve ser minimizada.

Confira também: Tônico facial: aprenda a fazer o seu em casa

O hidratante facial deve ser aplicado duas vezes ao dia: pela manhã, para repor a umidade após a lavagem ou a limpeza, e, principalmente, no fim do dia, depois de limpar bem o rosto.

O ideal é hidratar o corpo diariamente após o banho, com a pele ainda úmida. A aplicação duas vezes ao dia é benéfica, sobretudo quando a pele é seca.

Qual tipo de hidratante devo usar?

Para escolher o hidratante, é preciso ter em mente dois fatores básicos: primeiro seu tipo de pele, e depois, o tempo de que você dispõe. Os cremes tendem a ser a forma mais intensiva de tratamento. Em geral são espessos e, por isso, a aplicação pode ser um pouco mais demorada do que a de hidratantes líquidos. Os cremes costumam ser à base de óleo e são mais adequados para peles secas.

Leia também: Guia de cuidados caseiros para pele muito seca!

No caso de pele normal e mista, as loções devem proporcionar hidratação adequada. São leves, fáceis de aplicar e secam rápido. Algumas pessoas com pele mista gostam de usar um creme de hidratação mais intensa nas áreas mais secas, como as bochechas, embora os produtos específicos para pele mista sejam produzidos para hidratar todas as áreas.

Os géis geralmente são à base de água e adequados principalmente para a pele oleosa ou sensível. São leves, fáceis de aplicar e não contêm óleo, que poderia deixar a pele ainda mais oleosa.

Além disso, alguns hidratantes são encontrados em duas formas: cremes para o dia e para a noite. No caso dos jovens, pode ser suficiente usar o mesmo creme ou loção de manhã e à noite. Quem tem mais de 30 anos ou que tem pele seca pode considerar conveniente um tratamento mais intensivo e denso antes de deitar.

Aprenda também a fazer 3 tipos diferentes de hidratante facial!

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados