O que faz com que o azeite de oliva seja tão bom para a saúde? Uma das razões é o alto teor de ácido oleico, que ajuda a reduzir os níveis de colesterol ruim LDL e a combater a inflamação. Além disso, ele também colabora para baixar a pressão arterial. Em um estudo de 2009, 17 pessoas com diabetes tipo 2 e 23 pessoas saudáveis receberam uma dieta rica em azeite extravirgem por um mês. Ao final do estudo, ambos os grupos apresentaram redução na pressão sanguínea.

O azeite é rico em antioxidantes chamados polifenóis — compostos anti-inflamatórios que baixam os níveis de proteína C-reativa, utilizada para avaliar os níveis de inflamação indicadores do risco de desenvolver doenças cardíacas. Além disso, os polifenóis podem também restringir o crescimento das bactérias nocivas do intestino que causam infecções no trato digestivo, especialmente a bactéria Helicobacter pylori, conhecida por ser a causa de úlceras no estômago.

Guia para escolher o melhor azeite na hora da compra

1. Compre extravirgem

Mas o que “extravirgem” significa, afinal? Extravirgem refere-se ao azeite não refinado que vem da primeira prensagem das azeitonas. Por isso, ele tem o sabor mais fresco e os níveis mais altos de fitonutrientes e colabora na prevenção de doenças.

2. Escolha garrafas escuras

Luz e calor podem fazer o azeite estragar rápido. Portanto, as garrafas escuras são as melhores opções para preservar o alimento por mais tempo.

3. Procure o frescor

Quanto mais fresco, mais saudável é o azeite. Por isso, verifique se há a data de colheita ou fabricação no rótulo, ou pelo menos uma melhor data de validade. Além disso, evite comprar em excesso e leve para casa apenas quantidades que você vá usar logo.

4. Experimente

Assim como os vinhos, azeites de diferentes regiões variam de sabor. Portanto, experimente para saber qual deles você mais gosta e que melhor combina com suas receitas.

Você sabia?

Em 3500 A.C., o povo minoico ancestral da ilha de Creta já utilizava o azeite para cozinhar; a ânfora mais antiga de azeite de oliva data dessa época. Algumas fontes apontam que as azeitonas eram cultivadas em Canaã, atual Israel, em 4500 a.C. O azeite era usado em rituais, medicamentos, combustível, sabão e cuidados com a pele, assim como na cozinha.