A compostagem é o tratamento de resíduos sólidos para produzir um composto fertilizante. O método substitui muito bem os fertilizantes químicos, já que garante os mesmos nutrientes para o solo. Confira como fazer compostagem caseira em seu quintal ou  apartamento. Além disso, saiba como fazer uma composteira super prática para a cozinha.

Como fazer compostagem usando aparas do seu próprio gramado e outros restos do jardim:

Antes de tudo, você precisará de um caixote de bom tamanho para empilhar os materiais e pode seguir dois métodos:

Método de compostagem rápido (1 a 3 meses):

Alterne camadas de misturas verdes e materiais secos. Para arejar o empilhado, remexa e retalhe os materiais em bocados menores e umedeça-os.

Método de compostagem lento (3 a 6 meses ou mais):

Adicione continuamente material ao caixote e mantenha a umidade. Não use plantas doentes e sempre pique bem os materiais. Restos de comida são bem-vindos, mas alimentos de origem animal podem atrair ratos. Ao final do período, enterre o adubo a 1,25 cm a 2,5 cm de profundidade.

Como fazer uma composteira para a cozinha:

Primeiro, aproveite um balde ou recipiente de plástico. Em seguida, adapte uma torneira ou tampão — faça um furo e feche com uma rolha bem apertada — perto do fundo e acomode-a sobre tijolos, dando altura suficiente para que você possa pôr outro recipiente debaixo da torneira.

Depois, coloque no fundo do recipiente um pouco de palha ou jornal rasgado e úmido, acrescente minhocas vermelhas e comece a depositar ali o lixo orgânico da cozinha. As minhocas logo se encarregarão de transformá-lo em algo semelhante a uma turfa bem fina.

Mas fique atento: qualquer líquido que se formar no fundo deve ser drenado e pode ser usado, diluído em água, como alimento para plantas de vaso.

Como fazer compostagem caseira líquida

A compostagem líquida é mais versátil do que a sólida e pode ser usada em todos os tipos de plantas, uma vez que forma uma infusão rica em nutrientes e bactérias benéficas.

O método mais simples é colocar um saco de musselina de compostagem orgânica num regador com água por 2 ou 3 dias. Em seguida, remover com cuidado o saco com o conteúdo e usar a mistura para alimentar as plantas.

Porém, compostagens líquidas à base de confrei ou urtiga também são muito usadas pelos jardineiros orgânicos e também são fáceis de fazer, veja:

Para nutriente de confrei, deixe 3kg dessa folha de molho num recipiente plástico com água pela metade. Tampe e use, sem diluir, depois de quatro semanas.

Já para nutriente de urtiga, coloque 1 kg da planta de molho em cerca de 10 litros de água e use após duas semanas, diluindo uma parte de solução para 10 partes de água.