É oficial: o preenchimento labial está em alta! O procedimento estético que é o queridinho das celebridades se tornou comum em consultórios dermatológicos. Mas não só ele!

Outros procedimentos bastante pedidos são a bichectomia (diminuição da gordura da bochecha), dimpleplastia (cirurgia para fazer covinhas), e até lipoaspiração nas axilas!

O preenchimento labial é considerado um procedimento minimamente invasivo, e não uma cirurgia. Com uma agulha ou cânula, é feita a introdução de uma substância nos lábios, geralmente ácido hialurônico.

Pessoas insatisfeitas com o volume ou a projeção labial, sinais de envelhecimento ou que passaram por procedimento dentário normalmente procuram a intervenção.

Mas não são só dermatologistas que aplicam a pequena injeção nos lábios. O preenchimento é bastante requisitado também em consultórios dentários. A estética se juntou com a odontologia para realizar esse tipo de procedimento orofacial.

Quanto tempo dura o preenchimento labial?

preenchimento labial
Foto: Vagengeym_Elena/iStock
  • Temporário

O tipo de preenchimento mais recomendado pelos especialistas é o de ácido hialurônico, que dura cerca de 12 meses. Tanto o ácido hialurônico quanto a gordura autógena possuem efeito temporário.

A gordura autógena é retirada do próprio corpo, normalmente das regiões com culote ou face interna dos joelhos. Porém, também pode ser obtida através da lipoaspiração.

Mas caso o paciente tenha um ganho de peso, as células de gordura, que são vivas, podem aumentar, resultando em lábios desproporcionais.

Isso ocorre porque o corpo pode absorver de 30% a 40% do enxerto. Nesse caso, o ácido hialurônico pode ser uma alternativa melhor para o paciente. Além da parte estética, o ácido hialurônico também serve para hidratar os lábios.

  • Semipermanente

O preenchimento semipermanente é feito com hidroxiapatita de cálcio e polilactona. Não são indicados pelos médicos pois podem causar problemas como a formação de granulomas e nódulos.

  • Permanente

O preenchimento labial permanente é feito com silicone ou polimetilmetacrilato (PMMA). Ambas são substâncias sintéticas que não são produzidas pelo organismo, então, isso torna o procedimento um pouco mais delicado. O preenchimento permanente pode causar reações adversas, como inflamações e infecções difíceis de tratar.

Além disso, a noção estética pode mudar com o tempo e o tamanho dos lábios pode não fazer mais sentido.

Antes e depois do preenchimento

antes e depois preenchimento labial
Foto: privetik/iStock

Os efeitos colaterais podem variar de pessoa para pessoa. Mas, é importante tomar alguns cuidados, como:

  • Não tocar, massagear ou apertar a área;
  • Evitar o uso de maquiagem no dia do procedimento;
  • Não fazer esforço físico por 24h;
  • Não aplicar cremes ou pomadas na região por cerca de 48h;
  • Evitar exposição ao sol e usar protetor solar;
  • Evitar fazer outros procedimentos como limpeza de pele, peeling e microagulhamento por cerca de 30 dias.

Quanto custa o preenchimento labial?

É importante ressaltar que o preço do procedimento pode variar de médico para médico e pode depender também dos produtos utilizados, da técnica e da região.

Mas é fundamental pesquisar um profissional qualificado para aplicar o preenchimento e evitar problemas futuros.

Assim, o procedimento pode variar de 1.000 a 5.000 reais.

Preenchimento labial masculino

preenchimento labial homem
Foto: Prostock-Studio/iStock

Se engana quem pensa que só mulheres procuram o preenchimento labial. Homens também procuram melhorar a autoestima e deixar o rosto mais harmônico com alguma correções. Além do preenchimento labial, alguns homens procuram a harmonização facial para se sentirem mais confiantes.

O ginasta Diego Hypolito fez o procedimento em 2019 e ficou satisfeito com o resultado.