Rir é um verdadeiro remédio para o estresse. Ele além de melhorar o funcionamento do sistema vascular, ajuda a relaxar os músculos do rosto e do corpo. Confira algumas histórias engraçadas a seguir e comece o seu processo de relaxamento!

Eu estava na fila de uma loja quando uma moça disse:
– Seu cabelo é lindo!
Agradeci, e então ela perguntou:
– É seu mesmo?

K.N., via internet

Enquanto ainda estava no seminário, eu ensinava o Velho Testamento a prisioneiros. Uma vez, quando esperava o guarda para me deixar entrar, notei que um colega à minha frente caminhava em círculos, olhando para o relógio repetidas vezes. Que sujeito estressado, pensei.
Enfim, o guarda chegou. O homem escreveu seu nome no livro de visitas e entrou apressadamente.
– O que esse rapaz leciona? – perguntei ao guarda.
– Serenidade Por Meio da Meditação.

Dan Fitzgerald

Um motorista dirigia pela estrada quando avistou um padre e um rabino de pé numa curva, pescando. Ao lado deles, uma placa avisava: “Faça o Retorno. O Fim Está Próximo.”
O motorista, que não gostava de pregações, baixou o vidro da janela e gritou:
– Metam-se com a própria vida, seus carolas malucos!
Segundos depois, os dois pescadores ouviram um cantar de pneus e um tibum!
O rabino virou-se para o padre e disse:
– Eu disse a você que deveríamos ter escrito apenas: “Ponte Interditada.”

Christi Riggs

O Sr. Rai, um idoso que encontro frequentemente no parque durante minhas caminhadas, me disse que é graças à sua esposa que hoje, na aposentadoria, eles contam com uma quantia bem razoável.
– Ela é especialista em finanças? – perguntei.
– Não. É dona de casa – disse ele, rindo. – Ela não sabe nada de finanças!
– Então, como foi que ajudou?
– Quando eu estava trabalhando, ela não me deixava gastar nada.

S. Rajan

Certa vez uma amiga me telefonou extremamente alterada.
– Acabei de ver um rato gigante na cozinha! Que nojo! – ela exclamou.
– E o que você vai fazer? – perguntei, preocupada.
– Ainda não sei, mas garanto que nunca mais comerei nada que tenha caído no chão!

Kirsten Lauth

Henry vai se confessar e diz:
– Perdoe-me, padre, pois pequei. Ontem à noite estive com sete mulheres diferentes.
Ao que o padre diz:
– Pegue sete limões, esprema-os num copo e beba.
– Isso vai me absolver de meus pecados?
– Não – responde o padre. – Mas vai tirar esse risinho idiota do seu rosto.

Jay Trachman

Sou descendente de chineses, mas nunca aprendi a língua de meus pais. Um dia, cheguei em casa contando sobre um jantar maravilhoso que tive em um restaurante chinês. Não conseguia me lembrar do nome do lugar, mas consegui desenhar o ideograma que estava na porta e o mostrei a minha mãe.
– Você sabe o que isso quer dizer? – perguntou ela. – Puxe.

Barbara Mao