Faça uma busca
|
Publicado em: 24 de dezembro de 2020

Lipocavitação: conheça o tratamento estético para eliminar gordura localizada

Conheça esse procedimento que tem conquistado as mulheres.

Imagem: dimid_86/iStock

Para combater a gordura localizada e as celulites, muitas técnicas são empregadas em clínicas de estética por todo o país. E uma das mais conhecidas é a lipocavitação.

Leia mais: bichetomia — saiba mais sobre a cirurgia para afinar o rosto

Quer saber como ela funciona, quem pode fazer, a quantidade de sessões necessárias e outras informações relevantes? Então continue acompanhando esse post!

O que é lipocavitação?

Lipocavitacao: conheca o tratamento estético para eliminar gordura localizada
Imagem: JackF/iStock

Também conhecida como ‘lipo sem cirurgia’, a lipocavitação utiliza aparelhos de ultrassom focalizados de alta intensidade para promover a quebra e a eliminação da gordura da região em que é aplicada.

Trata-se, portanto, de uma técnica não-invasiva que visa atender, de forma segura e efetiva, a crescente demanda por métodos capazes de reduzir a gordura localizada. Pode aplicar nas costas, flancos, barriga e coxas.

Leia mais: abdominoplastia: o que você precisa saber sobre esse procedimento?

No entanto, a lipocavitação não é benéfica apenas para a estética e a autoestima dos indivíduos. Por ser um método de eliminação de gordura abdominal, também atua na prevenção de doenças cardiovasculares.

O procedimento é indolor e dura, em média, 30 minutos. A quantidade de sessões varia de acordo com as necessidades do cliente. Porém, de forma geral, já dá para identificar resultados com uma sessão.

O preço costuma variar, dependendo da cidade em que você esteja e do profissional escolhido para realizar o procedimento. No entanto, podem variar de R$ 300 a R$ 800, a depender da região do corpo escolhida.

Quantas sessões são necessárias?

A quantidade de sessões de lipocavitação varia a cada caso, a depender das necessidades dos indivíduos. No entanto, geralmente costumam-se recomendar de quatro a dez sessões para a melhor verificação dos resultados.

Esses são observados logo após a primeira sessão, mas os definitivos costumam aparecer depois de um mês.

Para efeitos mais efetivos, a recomendação é de que a pessoa mantenha uma rotina de alimentação saudável para evitar o efeito sanfona o acúmulo de gorduras.

Precisa fazer drenagem linfática depois da lipocavitação?

Imagem: karelnoppe/iStocka

Embora os efeitos da lipocavitação possam ser observados sem a drenagem linfática, com essa massagem eles são potencializados. Isso acontece porque a drenagem ajuda a eliminar os líquidos retidos no corpo.

Leia mais: qual tipo de massagem é ideal para você?

Nas clínicas estéticas costumam-se oferecer combos, com a junção de sessões de lipocavitação e de drenagens linfáticas manuais ou mecânicas.

Contraindicação da lipocavitação

A lipocavitação, assim como outros procedimentos estéticos, como a criolipólise, por exemplo, não é indicada para pessoas obesas ou com sobrepeso.

E isso porque esse serviço estético não visa ao emagrecimento, e sim à remodelação corporal por meio da eliminação de gorduras localizadas.

Leia mais: criolipólise funciona? confira essa técnica de redução da gordura corporal

Quem busca o emagrecimento deve unir uma rotina de exercícios (veja aqui os indicados para cada fase da vida) com uma alimentação saudável e equilibrada.

Além disso, gestantes, lactantes e pessoas com marca-passo também devem evitar o procedimento; assim como pessoas sem tecido adiposo suficiente.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados