Faça uma busca
Já tem cadastro? Faça login aqui.
Cadastre-se para continuar lendo!
Artigo exclusivo para assinantes!
É grátis e você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos
devices
Já sou assinante da Revista Impressa

Entendo que, respondendo a esta promoção, serei ingressado nos sorteios aqui oferecidos e passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, entre em contato com a nossa Central de Atendimento. Conheça também a nossa Política de Privacidade e Uso de Dados

Aproveite e assine o site seleções por apenas R$1,99 no primeiro mês. Clique aqui.
|
Publicado em: 29 de julho de 2020

Bursite e tendinite: conheça os sintomas e tratamentos

Consideradas bastante comuns no Brasil, a bursite e tendinite são lesões causadas principalmente por movimentos repetitivos. Confira mais abaixo!

Imagem: Staras/iStock

Nada pior do que sentir dores ao fim do expediente depois de passar horas digitando ou depois de um dia inteiro jogando videogame. Também não é nada agradável sentir dores após uma corrida ou uma sessão de musculação. Estes incômodos podem ser sintomas de bursite e tendinite, consideradas Lesões por Esforço Repetitivo (LER) e muito comuns no Brasil.

Veja também: 7 formas de evitar a Lesão por Esforço Repetitivo (LER)

O que é bursite?

A bursite é a inflamação da bolsa sinovial, sacos delicados cheios de fluido que propiciam um efeito amortecedor, onde o músculo entra em contato com o osso ou com outro músculo. Na bursite, a dor costuma ser mais branda quando comparada à tendinite.

Os sintomas incluem:

O que é tendinite?

Já a tendinite é a inflamação dos tendões, os “cordões” duros que ligam os músculos aos ossos, causando, geralmente, uma dor aguda. Ambas as condições são consideradas Lesões por Esforço Repetitivo (LER) e se manifestam nos ombros, quadris, cotovelos, joelhos e tornozelos.

Os sintomas incluem:

  • Dor;
  • Inchaço;
  • Calor;
  • Vermelhidão;
  • Dificuldade para realizar determinados movimentos como, por exemplo, segurar um copo

Estas lesões são causadas pela repetição constante de atividades por um longo tempo sem pausa para descanso, especialmente em pessoas com baixo condicionamento físico, tais como: digitar constantemente; jogar videogames; fazer exercícios sem alongamento prévio…

Além disso, a bursite e a tendinite também podem ser ocasionadas por carregamento de peso excessivo, infecções, artrite (inflamação das articulações), traumatismos e gota.

Como é feito o tratamento?

bursite
Lacheev/iStock

O tratamento para bursite e tendinite inclui repouso, o uso de anti-inflamatórios e fisioterapia, devendo ser indicado por um médico.

Para obter a recuperação plena, é necessário, em primeiro lugar, respeitar o tempo de descanso das atividades habituais. Durante esse período de restabelecimento, é importante reduzir a inflamação que está provocando dor. Depois, com um pouco de fisioterapia, a articulação volta à atividade normal e a extensão total do movimento é recuperada.

Abaixo, damos algumas dicas de tratamento caseiro, que não devem substituir uma visita ao médico, mas que podem aliviar os sintomas destas lesões:

Faça uma pausa para descanso

Suspenda por um tempo a atividade que desencadeou a dor. Seja paciente, já que o problema pode levar algumas semanas para melhorar.

Para evitar o inchaço, aplique uma atadura elástica ao redor da articulação – sem apertar muito. Em seguida, eleve a articulação acima do nível do coração. Se a dor for no cotovelo, mantenha o braço em uma tipóia, ou sente-se em uma cadeira baixa com o cotovelo apoiado na mesa. Se for no joelho, deite-se de costas apoiando-o em travesseiros.

Frio e calor

Use gelo na articulação dolorida para diminuir a dor e a inflamação. Aplique uma bolsa de gelo por 10 a 20 minutos a cada 4 horas. Depois de 3 dias de tratamento com gelo – ou até que a articulação não esteja mais quente ao toque – comece a alternar frio com calor. O calor aumenta o fluxo de sangue para a lesão, acelerando o processo de cura. Use uma bolsa d’água quente.

Tenha analgésicos à mão  

Tanto o ibuprofeno (Advil) como o naproxeno sódico (Aleve) reduzem o edema e são muito bons para o alívio rápido desse tipo de dor.  

Para evitar o surgimento destas lesões, é importante:

  • Manter um peso adequado;
  • Fortalecer os músculos;
  • Evitar carregar muito peso;
  • Fazer alongamento diariamente;
  • Respeitar o tempo de pausa correto entre atividades repetitivas

Atenção: Para ter o diagnóstico correto dos seus sintomas e fazer um tratamento eficaz e seguro, procure orientações de um médico ou farmacêutico.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados