No Brasil, o dia 29 de agosto é dedicado ao combate ao fumo e seu objetivo é alertar e conscientizar sobre as doenças relacionadas ao tabagismo. Apesar de ano após ano o número estar diminuindo, cerca de 10% dos adultos ainda são fumantes no nosso país. Caso você esteja entre eles, veja a seguir como parar de fumar e ter uma vida mais saudável:

Principais doenças causadas pelo cigarro

O cigarro pode causar diversos males, como problemas respiratórios, AVC e até câncer. Cada cigarro contém, basicamente, nicotina, alcatrão e monóxido de carbono, fora algumas variações. Todos esses componentes, no consumo a longo prazo, podem causar danos seríssimos ao organismo.

Mulheres fumantes também podem ser mais propensas à osteoporose, condição clínica dolorosa, comum na pós-menopausa, que resulta em ossos frágeis. Vale lembrar ainda que os não fumantes expostos ao tabaco (os chamados “fumantes passivos”) também apresentam alto risco de ter câncer e outros problemas de saúde.

Fumar pode provocar ou agravar doenças dolorosas. Suspeita-se que o fumo possa retardar o tempo de cicatrização de tecidos danificados. Ao contribuir com o estreitamento dos vasos sanguíneos, a nicotina reduz o fluxo de sangue até os tecidos, o que é vital para iniciar o processo de cicatrização. Além disso, essa redução pode levar a um ataque cardíaco.

Como parar de fumar?

Embora parar de fumar demande força de vontade, os riscos de ter doenças graves diminuem assim que se larga o cigarro. Sair do tabagismo não é uma tarefa fácil, mas não é impossível. Tente seguir esses passos:

  1. Estabeleça uma data para parar.
  2. Obtenha apoio.
    Conte a todos o que está fazendo. Assim, os amigos e familiares vão incentivá-lo quando sentir que está cedendo à pressão.
  3. Escreva uma lista dos benefícios de parar de fumar. Coloque-a em um local de destaque de modo a vê-la com frequência.
  4. Desenvolva novos interesses: comece a praticar um esporte ou se dedique a um novo hobby.
  5. Programe-se para fazer mais atividades que relaxam e diminuem o estresse, reduzindo assim a vontade de fumar.
  6. Beba muita água.
    É importante não apenas para uma boa hidratação, mas para neutralizar o problema de boca seca.
  7. Dê um passo de cada vez e “recompense” a si mesmo por cada dia que conseguir se manter longe do tabaco.
  8. Guarde o dinheiro que teria gasto com cigarros e passe a se presentear.

Além disso, para minimizar os sintomas de abstinência, a terapia de reposição nicotínica (TRN) propicia uma dose diária de nicotina adaptada à quantidade de tabaco que você vinha consumindo. É uma terapia sob a forma de adesivos, chicletes, pastilhas, microcomprimidos, sprays nasais ou inalantes. Alguns medicamentos também podem atenuar o desejo e lhe ajudar a parar de fumar, para saber qual é o mais adequado para você procure um médico..

Os malefícios do cigarro podem ser graves e te levar à morte. Por isso, é importante que você tente deixar esse estilo de vida e busque uma rotina mais saudável para que ganhe mais qualidade de vida futuramente. Então, vamos tentar?