Faça uma busca
|
Publicado em: 28 de janeiro de 2020

Falta de ar: o que pode ser e o que fazer?

Confira algumas das possíveis explicações para a falta de ar!

Imagem: leolintang/iStock

Todos nós já sentimos falta de ar – a sensação de precisar se esforçar para respirar. Na maioria dos casos é uma reação normal ao exercício físico, mas às vezes indica doença respiratória ou pulmonar. 

Entenda a falta de ar 

A falta de ar é natural quando ocorre durante ou logo após exercício vigoroso ou em grandes altitudes, onde a concentração de oxigênio no ar é menor.

Além disso, algumas pessoas ficam sem ar quando estão ansiosas, e aquelas que não costumam praticar exercícios físicos ou que estão acima do peso sentem mesmo durante exercícios leves. Isso pode levá-las a acreditar erroneamente que têm uma doença grave. A avaliação clínica e exames como radiografias de tórax e eletrocardiogramas ajudam a excluir essa possibilidade. A falta de ar, no entanto, pode ser causada por doença, sobretudo dos pulmões ou do coração.

Confira algumas das principais doenças que causam falta de ar:

1 – Pneumotórax

O distúrbio provoca súbita falta de ar em repouso, muitas vezes com dor na pleura (membrana que reveste o tórax e envolve o pulmão). A dor é aguda e agrava-se à inspiração.

2 – Embolia pulmonar

A embolia pulmonar é um distúrbio que pode ocorrer após uma cirurgia ou viagem longa, ou ainda em mulheres que usam pílula anticoncepcional.

3 – Edema pulmonar

O edema pulmonar é o bombeamento inadequado do sangue pelo ventrículo esquerdo do coração. Ele causa falta de ar, mais intensa na posição deitada. Os pacientes podem precisar levantar o tronco com travesseiros para dormir e muitas vezes têm outros fatores de risco, como hipertensão arterial, tabagismo, infarto prévio ou dor no peito.

4 – Pneumonia

Outras doenças incluem pneumonia, em geral associada à tosse, febre e, às vezes, escarro abundante.

5 – Fibrose pulmonar

A falta de ar causada por fibrose pulmonar tende a surgir gradualmente, durante meses, e pode estar associada a algumas atividades profissionais.

Lembre-se: se a falta de ar persistir, procure um médico!

Veja também: 7 maneiras de prevenir a asma em seus filhos

fechar

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close