Faça uma busca
|
Publicado em: 16 de fevereiro de 2020

Aprenda as melhores técnicas para atingir o relaxamento pleno

O relaxamento é uma das melhores maneiras de lidar com o estresse físico e emocional, e vai muito além de ver um filme à noite. Confira!

Imagem: fizkes/iStock

Não importa o que o estressa: é preciso aliviar essa pressão, e uma das coisas mais eficazes que você pode fazer é aprender dicas de relaxamento. No entanto, relaxar é mais do que pôr os pés para cima e assistir à TV. Na verdade, relaxar é um modo de se desligar conscientemente das preocupações da vida. É muito terapêutico e benéfico para a mente e o corpo. Por isso, confira algumas técnicas para tirar melhor proveito do relaxamento.

Modos diferentes de alcançar o relaxamento

O relaxamento é tão subjetivo quanto o estresse. Assim como muitos estressores provocam reações diferentes, há também várias maneiras de relaxar que, dependendo da constituição e da personalidade de cada um de nós, são mais ou menos eficazes. Algumas estratégias fazem mais efeito.

No entanto, tudo que o ajude a se acalmar pode servir como método de relaxamento.

Se você só precisa afastar a mente dos problemas, experimente atividades tranquilas como ouvir música, dar um passeio, dedicar-se a um hobby ou, simplesmente, sentar-se em silêncio e esvaziar a mente.

Para um relaxamento mais profundo, quando se sentir muito estressado, tente um método mais direto, com efeito calmante quase imediato sobre a mente e o corpo. Podem ser exercícios simples de respiração, aromaterapia, rotinas de relaxamento muscular, massagens, meditação e abordagens mais avançadas como tai chi chuan e ioga, que exigem certo treinamento e prática.

Efeito físico do relaxamento

Quando você relaxa, o ritmo cardíaco e a pressão arterial diminuem, a tensão muscular melhora e o fluxo sanguíneo na pele e nos órgãos aumenta. Esses efeitos aliviam as tensões físicas que se acumularam durante o dia, ajudam o corpo a se reparar e aumentam a resistência ao estresse.

A mente se beneficia porque a atividade elétrica do cérebro desacelera, dando uma sensação de calma e autocontrole. Muita gente acha que a memória e a concentração melhoram quando a mente se sente menos exigida. Quando conseguimos nos distanciar dos problemas, é possível abordar as situações de um ponto de vista novo e mais racional.

Os efeitos do relaxamento no corpo

1. As ondas cerebrais mudam quando o cérebro se acalma, trazendo uma sensação positiva de bem-estar.

2. A produção de saliva aumenta e estimula o sistema digestivo, imobilizado pela reação de “luta, fuga ou paralisia”.

3. O ritmo cardíaco diminui e faz a pressão arterial cair.

4. O suprimento de sangue desviado para órgãos não vitais volta ao normal.

5. A tensão muscular se esvai e a temperatura da pele sobe quando o fluxo sanguíneo volta ao normal.

Quando o corpo relaxa, ocorrem várias mudanças físicas que aliviam o estresse acumulado, ajudam o corpo a se reparar e aumentam as resistências física e mental à pressão cotidiana.

Exercícios para relaxar

Eis alguns movimentos que relaxam e desfazem a tensão e podem ser praticados diariamente ou quando houver necessidade de restaurar a calma. Faça-os enquanto espera a água ferver ou o elevador chegar, à mesa de trabalho ou entre as tarefas domésticas. A maioria deles pode ser realizada no metrô ou no engarrafamento.

Os exercícios de pernas e tornozelos são muito úteis em viagens de avião para manter o sangue circulando livremente e reduzir o risco de trombose. Além disso, ajudam a aliviar a tensão muscular. Mas cuidado! Não tensione nem force o corpo além do confortável. Você não deve sentir dor.

1. Soltar os braços

relaxamento

Alongue os braços para os lados, em ângulo reto com o corpo. Depois, dobre os punhos, puxando as mãos para trás. Isso libera a tensão de ficar com braços e mãos estáticos durante muito tempo, usando o teclado ou segurando o volante por horas a fio. Além dos músculos, isso alonga todas as fibras nervosas.

2. Rotação dos ombros

Faça círculos com os ombros para mantê-los flexíveis e relaxados. Em seguida, gire 6 vezes para trás e depois 6 vezes para a frente. Por fim, dê alguns giros para trás, para deixar os ombros na posição correta.

3. Girar os tornozelos

Gire os tornozelos e faça círculos com os pés, 10 vezes em um sentido, depois no outro. Isso melhora a circulação sanguínea nas pernas depois de ficarem algum tempo paradas.

4. Alongamento dos braços

Estique os braços para os lados do corpo e gire-os 8 vezes para trás e, em seguida, 8 vezes para a frente. Esse movimento amplo e vigoroso ajuda você a respirar mais profundamente, como se a respiração se soltasse da tensão que aperta o meio do corpo. O exercício libera os músculos do alto das costas e previne a curvatura da coluna provocada pela má postura.

5. Alongamento das pernas

relaxamento

Sentado e segurando os lados da cadeira para se apoiar, estenda as pernas retas à frente até ficarem paralelas ao chão. Em seguida, afaste os calcanhares do corpo e sinta o alongamento liberador da panturrilha. Então aponte os dedos dos pés para baixo e alongue os músculos da canela (caso sinta cãibra, não fique muito tempo nessa posição). Faça isso depois de sentar-se imóvel por longos períodos.

6. Balanço do corpo

Gire os ombros várias vezes para a direita e depois para a esquerda, deixando os braços balançarem soltos em torno do corpo. Não faça esforço para balançar os braços; deixe-os moles e soltos, como se fossem fitas penduradas na articulação. Esse movimento despreocupado é excelente para liberar a tensão.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


Cadastre-se GRÁTIS para continuar lendo


Você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos

Já tem cadastro? Faça login aqui.

Já sou assinante da Revista Impressa

close