Começou a ouvir um zumbido no seu ouvido? Você sente que ele está entupindo o tempo todo? Ou talvez já tenha perdido a audição de repente, assim que acordou pela manhã? Fique calma. Problemas de audição são comuns e, felizmente, muitos deles podem ser solucionados rapidamente.

Muitos dos problemas de audição mais comuns estão relacionados ao envelhecimento ou até mesmo genética. Nesses casos, é aconselhável procurar um médico especialista, o otorrinolaringologista, para buscar a melhor solução para o seu caso.

Entretanto existem algumas formas comuns de sanar as causas mais comuns de problemas de audição. Muitas delas, inclusive, são benéficas para o resto do seu corpo!

Confira a seguir 6 dicas para sanar a maioria dos problemas de audição:

1. Exercite-se com frequência

Quanto mais ativo você for, melhor sua audição provavelmente será. Isso ocorre porque as atividades aeróbicas, como o ciclismo e a caminhada, trazem mais oxigênio para os pulmões. Isso aumenta o fluxo de sangue por todo o corpo, incluindo os ouvidos. Segundo diversos estudos, quando o fluxo sanguíneo vai bem, parece melhorar a audição.

Veja também: está sem tempo para academia? Confira 5 exercícios para malhar no conforto de sua casa

2. Coma abacate

A polpa dessa fruta tropical é rica em magnésio, mineral que ajuda a nos proteger da perda auditiva relacionada a barulho. Certifique-se de que a fruta está com a casca (cor e textura) uniforme quando você a comprar e que amasse levemente – mas não demais – ao ser tocada. Você pode guardar um abacate maduro na geladeira por dois a três dias.

Experimente fazer uma vitamina de abacate ou mesmo uma receita, como o guacamole. Procure também por outras frutas e verduras que ajudam a manter a sua saúde em dia.

Veja também: entenda como ter mais apetite pela manhã para começar o dia com uma alimentação saudável

3. Tome uma ou duas taças de vinho

Você sabia que um pouco de vinho faz bem ao coração? E sabia também que essa bebida deliciosa pode ajudar a manter os ouvidos saudáveis?

Tomar de uma a três taças de vinho por dia podem ajudar a protegê-lo da perda de audição relacionada à idade. E isso também vale para a cerveja, também!

Mas, cuidado, não beba mais do que isso! Quatro ou mais doses de bebida alcoólica podem afetar adversamente a sua audição – e, possivelmente, a sua saúde de maneira geral.

Veja também: entenda como harmonizar o vinho com a comida

4. Trate dos dentes

Ao que parece, quanto mais dentes naturais você conservar, melhor se manterá a sua audição. Foi o que descobriram pesquisadores ao compararem a saúde dental com a perda auditiva em mais de mil pessoas.

Aparentemente, cada dente perdido representa um risco mais de duas vezes maior de perda auditiva. Os cientistas suspeitam que o fato esteja relacionado à posição dos maxilares ou, talvez, à falta de atividade muscular que afeta a tuba auditiva.

5. Cuide do ronco de quem dorme perto de você

Mesmo sabendo dos efeitos nocivos dos ruídos muito fortes, como rock ouvido no volume mais alto, britadeiras ou lixadeiras elétricas, talvez você nunca tenha ouvido falar do efeito potencialmente nocivo que os roncos podem ter sobre a sua audição.

Pesquisas revelaram que o som produzido pelo ronco pode ser mais alto, em termos de decibéis, do que os níveis médios do barulho do trânsito de uma cidade. Com o tempo, a exposição repetida a qualquer som alto irá prejudicar os seus ouvidos.

Depois de provar ao seu parceiro que ele de fato ronca – um gravador pode ajudar –, sugira uma consulta ao especialista. Você estará ajudando a si mesmo e a quem você ama – roncar pode ser um sinal de apneia do sono, transtorno respiratório que pode causar doença cardíaca.

6. Tome ginkgo biloba

Você já ouviu falar em ginkgo biloba? O nome difícil tem origem chinesa: é uma planta medicinal muito antiga cultivada na China. Ela possui uma grande capacidade anti-inflamatória e antioxidante que vem sendo cultuada há anos pela medicina alternativa.

Poucos clínicos gerais recomendam suplementos fitoterápicos como parte de uma vida saudável, mas pesquisas sugerem de maneira bastante conclusiva que alguns funcionam bem. Por exemplo, o ginkgo biloba é usado em tratamento tradicional para problemas auditivos, e diversos estudos europeus já demonstraram que a planta pode, de fato, melhorar bastante a audição e até mesmo ajudar a recuperá-la.

Mas atenção: pessoas que apresentam distúrbios em relação a coagulação do sangue ou que usam anticoagulantes e antiplaquetários devem tomar cuidado especial. Nunca consuma medicamentos alternativos ou de qualquer tipo sem antes consultar um médico!