Faça uma busca
|
Publicado em: 11 de maio de 2021

Eco-friendly: o que é e como tornar-se um?

A crise ambiental pede cada vez mais a nossa ajuda. Para isso, descubra o que é o termo eco-friendly e como aderir a esse conceito de vida.

Imagem: Oksana Grutsyuk / iStock

Além de estarmos vivendo uma crise sanitária mundial, estamos vivendo também uma crise ambiental que está cada vez mais difícil de contornar. Desta forma, é necessário que cada um de nós procure adotar hábitos mais sustentáveis, tornando-se um verdadeiro “eco-friendly”. Confira o que significa esse termo e descubra estratégias para tornar-se um!

O que é eco-friendly?

Imagem para ilustrar o que é eco-friendly
Créditos: SurfUpVector / iStock

Em inglês, “eco-friendly” é um termo que significa “amigável ao meio ambiente”, e designa produtos ou hábitos que não causam impacto ou prejudicam menos o meio ambiente. No Brasil, o equivalente são os termos “ecológico”, “sustentável”, “consumo consciente”, “verde” ou até “ecologicamente correto”.

Confira também: 14 ideias para reduzir o consumo de plástico no dia a dia

O conceito não é tão popular como deveria ser, por isso, os produtos com selos “eco-friendly” não são muito comuns nas prateleiras dos mercados. Quem quer seguir esse princípio precisa procurar pelos produtos e, possivelmente, economizar para isso.

Não é tudo, mas algumas coisas, muitas vezes precisam de um investimento considerável no começo. Por exemplo, investir em placas solares para gerar energia limpa na sua casa exige um investimento considerável, mas que, com o tempo, é recuperado na economia da conta de luz.

Já algumas coisas do nosso dia a dia são bem mais acessíveis — como levar uma garrafinha para o trabalho ou o seu próprio copo para evitar o desperdício de copos descartáveis.

Alimentação eco-friendly

Imagem: Aet/iStock

É possível ser eco-friendly na alimentação também, basta ter a consciência de que toda comida gera um impacto socioambiental. Por exemplo, uma fruta comprada no mercado passou por todo um transporte para finalmente chegar na sua casa, mas se você tiver um vizinho que tem um pequeno sítio e plantou aquela fruta, o impacto é muito menor.

Portanto, a melhor forma de ter uma alimentação eco-friendly é dar prioridade a alimentos que são produzidos localmente de modo orgânico.

A redução de produtos de origem animal também é recomendada — como carne, ovos, leite e queijo. Assim, que tal tentar fazer uma segunda-feira sem carne?

Empresas eco-friendly

A certificação B é uma categoria de empreendimentos que visa como modelo de negócios o desenvolvimento social e ambiental. Desta forma, toda empresa do sistema B possui como objetivo solucionar problemas socioambientais. Para ter o certificado e fazer parte do sistema é preciso que ela siga determinados padrões de transparência, responsabilidade e desempenho.

Lixo Zero

produtos eco-friendly
Imagem; klenova/iStock

Reduzir o seu desperdício também é uma forma ótima de aderir à vida eco-friendly, portanto, pense e repense o seu consumo e o que você joga fora. Existem várias maneiras de se fazer isso, aqui estão algumas dicas.

Embalagens: se for possível escolher entre embalagens, prefira as de vidro, papel ou papelão. Papel e papelão são mais fáceis de serem reciclados e as de vidro podem ser reutilizáveis.

Reutilize: reutilize tudo que for possível, como garrafas de refrigerantes, que podem virar lindos vasos de planta.

Mude pequenos utensílios: se possível, mude a sua escova de dentes de plástico por uma de bambu, sua escova ou pente de cabelo por um equivalente de madeira ou bambu também. Troque seu barbeador de plástico por um de metal e os cotonetes de plástico pelos de papelão. Troque tudo que for de plástico, se possível. Esse material é um grande inimigo do meio ambiente e nós o consumimos demais.

Confira também: 12 formas de como reduzir a produção de lixo

Absorventes: quando se trata de menstruação, o lixo que nós mulheres geramos não tem como ser reciclado ou reutilizado, portanto, que tal mudar seus absorventes descartáveis para um de pano reutilizável? Calcinhas absorventes são extremamente confortáveis, e já existem também os coletores menstruais

Evite descartáveis: em casos que você tenha que passar o dia fora de casa, leve sempre uma garrafinha ou um copo de silicone com você, para que você possa se hidratar sem precisar usar copos descartáveis. Se estiver indo em alguma viagem, carregue um conjunto de talheres de bambu, por exemplo. Canudos de bambu, vidro, metal e silicone também devem ser adotados.

Coleta seletiva: se na sua cidade tiver, opte pela coleta seletiva. Para isso, separe em casa as embalagens do seu lixo orgânico. Antes de descartar as embalagens, lave-as bem e, se forem de papelão como caixas de leite, desmonte-as.

Compostagem: se for possível, faça compostagem na sua casa. Se tiver um jardim ou vasos de planta, o resultado da compostagem pode adubar e ajudar na saúde e crescimento das suas plantinhas.

Sacolas: sempre que possível, evite sacolas plásticas. Prefira sacolas de pano, papel ou até aquelas mais resistentes. A melhor opção mesmo é sair prevenida de casa. Saia de casa com alguma sacola dentro da bolsa. Se souber que vai fazer alguma compra, vá de mochila ou com um carrinho de compras, coisas assim.

Transporte: no momento está um pouco complicado seguir o eco-friendly no transporte, pois não podemos aglomerar, entretanto, transportes públicos como ônibus e metrô ou até a bicicleta e o skate para curtas distâncias são melhores e mais ecológicos que seu carro.

Roupas: existem várias formas de ser eco-friendly com o que se veste. Você pode customizar suas roupas antigas para transformá-las e reutilizá-las, você também pode transformar sua blusa velha rasgada em pano de limpeza. Outra forma é comprar roupas semi-usadas de amigos ou em brechós. Além disso, doe suas roupas para os mais necessitados, sempre que possível. Elas podem não servir para você mais, mas com certeza servem para alguém.

Móveis e decoração da casa: como dito antes, plástico é um inimigo, portanto, evite tudo que é de plástico. Prefira outros materias para os móveis e a decoração da sua casa.

Cosméticos e saúde: prefira sempre cosméticos com selo vegano e não testados em animais. Se possível, compre produtos assim de pequenos produtores artesanais. Você pode comprar sabonetes naturais e shampoos e condicionadores sólidos, evitando o desperdício de embalagens desses produtos e a poluição da água com substâncias químicas.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados