Faça uma busca
Já tem cadastro? Faça login aqui.
Artigo exclusivo para assinantes!
Cadastre-se para continuar lendo!
É grátis e você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos
devices
Já sou assinante da Revista Impressa

Entendo que, respondendo a esta promoção, serei ingressado nos sorteios aqui oferecidos e passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, entre em contato com a nossa Central de Atendimento. Conheça também a nossa Política de Privacidade e Uso de Dados

Aproveite e assine o site seleções por apenas R$1,99 no primeiro mês. Clique aqui.
|
Publicado em: 10 de junho de 2020

5 coisas que você precisa saber antes de iniciar os exercícios físicos

Antes de calçar os tênis, confira algumas recomendações importantes.

Imagem: Methagob/iStock

Embora seja comum ouvir histórias de pessoas de 80 e 90 anos que realizam feitos notáveis – correr maratonas ou nadar 15 km de um tiro só – a maioria de nós se contenta em melhorar a forma e perder um pouco de peso por meio dos exercícios físicos. O que já é ótimo!

16 formas de manter o ânimo de fazer exercícios físicos

Afinal, diversos estudos já provaram que realizar apenas 30 minutos de algum tipo de exercício, como caminhada, pelo menos cinco vezes na semana, já confere benefícios surpreendentes à nossa saúde.

Mas antes de começar a praticar exercícios físicos, algumas informações são importantes. Confira!

1. Consulte um médico antes

Encontrar o próprio patamar é o mais importante e, para isso, como em tantos aspectos da vida, use o bom senso. Esteja você obeso ou apenas um pouco acima do peso, deve consultar o médico antes de se submeter a qualquer rotina de exercícios físicos.

2. Observe seu corpo

E uma vez que começar, se sentir tontura, enjoo, falta de ar ou iminência de desmaio, ou ainda se sofrer uma queda, lesão em um músculo ou em uma articulação, pare na hora. Muitas pessoas insistem em continuar os exercícios, mas isso é um erro que pode gerar consequências negativas à sua saúde.

3. Respeite a intensidade inicial

Comece devagar e prossiga em um ritmo confortável, depois permita que sua oxigenação volte ao normal. Se você estiver começado a praticar musculação, por exemplo, respeite a intensidade inicial, não pegue mais peso do que o recomendado no seu plano de treino. Entenda que a evolução é gradual, e para isso você precisa respeitar seus limites corporais.

4. Escolha os exercícios físicos ideais para você

Há dois tipos de exercícios: o aeróbico e o isométrico. O aeróbico aumenta a frequência cardíaca e a circulação, e envolve atividades como natação, caminhada e ciclismo. Conforme o condicionamento físico evolui, pode-se passar para o tênis e o remo.

Descubra todos os benefícios dos exercícios aeróbicos aqui!

Por outro lado, os isométricos, como musculação, produzem tensão muscular sem movimento articular e aumentam a força local. As pessoas que já sofrem de problemas cardíacos ou hipertensão devem evitar exercícios isométricos, pois eles aumentam a pressão arterial e sobrecarregam o coração.

5. Atenção, mulheres!

Por outro lado, os treinamentos de força previnem a perda de massa muscular que acompanha o envelhecimento e podem interromper o declínio metabólico que acompanha a meia-idade. Nas mulheres, o treinamento de força também pode aumentar a densidade óssea e auxiliar no combate à osteoporose.

Benefícios dos exercícios físicos

Se você já ajudou um amigo a arrastar um móvel ou caixas de livros, sabe que o levantamento de pesos faz o coração trabalhar mais, o que significa que o uso dos músculos fortalece o coração.

Pesquisas desenvolvidas em diversos países mostram que o treinamento regular com pesos pode eliminar os principais fatores de risco de infarto ao melhorar a contagem de triglicerídeos, os níveis de colesterol e o metabolismo da glicose, e ao reduzir a gordura corporal.

Em um estudo notável feito com 44.000 homens, pesquisadores norte-americanos da Universidade de Harvard descobriram que aqueles que levantavam pesos durante 30 minutos ou mais por semana apresentaram um risco 23% menor de ter doenças cardíacas.

Confira um guia com os melhores exercícios para prevenir dores e manter-se saudável em todas as idades!

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados