Às vezes o organismo toca um sinal de alerta para nos avisar que algo não está bem, especialmente no que diz respeito a alimentação. Em alguns casos, esses sinais são silenciosos e pouco perceptíveis se você não tiver intimidade com o seu corpo. Por isso, é preciso ficar atento a um pequeno mal estar, dor ou desconforto que pode não parecer nada, mas podem ser pistas que seu corpo pode estar dando para você mudar a dieta.

Além disso, é muito comum que sintomas como esses sejam confundidos com doenças. Mas nem sempre é o caso. Talvez você esteja exagerando no açúcar ou esteja precisando de mais fibras no seu dia a dia. E com algumas pequenas mudanças na alimentação é possível se sentir novo em folha novamente. Para saber como, anote esses 8 sinais silenciosos de que seu corpo quer mudar de dieta.

taa22/iStock

Nervosismo e taquicardia pode ser excesso de cafeína

Geralmente, é impossível resistir a um cafezinho. Mas nervosismo, taquicardia e insônia são sinais inegáveis de excesso de cafeína. Além disso, compostos do café, como a cafeína e os catecóis, podem irritar o estômago e provocar azia e dor de barriga.


Magone/iStock

Falta de memória pode ser excesso de queijo

Se você adora queijo, saiba que o principal ingrediente do seu alimento preferido é a gordura saturada, a gordura “ruim”, ligada ao esquecimento. Um estudo de quatro anos constatou que as mulheres com mais de 65 anos que ingeriam mais gordura saturada tinham a pior memória.

A gordura saturada também exige mais tempo para ser digerida e faz o excesso de suco gástrico refluir para o esôfago. Para fazer o teste, você pode anotar os sintomas de azia e o consumo de queijo para ver se estão ligados.


photka/iStock

Tornozelos e pés inchados pode indicar deficiência de vitamina B12

Tornozelos e pés inchados podem indicar deficiência extrema de proteína, que dificulta a penetração de sal e água nos tecidos circundantes. E a deficiência de vitamina B12, presente quase exclusivamente nos produtos de origem animal, pode nos deixar com exaustão e anemia, doença em que o sangue não tem hemácias suficientes para levar oxigênio pelo corpo.

Se você não come carne, escolha cereais enriquecidos com vitamina B12. Além disso, pratos com feijão são ótimos para elevar a ingestão de proteína.


dulezidar/iStock

Sempre com fome? Coma mais gorduras boas

Se você se sente esgotado ou sempre com fome, talvez precise de mais gorduras “boas”, como as monoinsaturadas encontradas no azeite, que aumentam a saciedade.

Não consegue se concentrar? As gorduras monoinsaturadas também estimulam a produção do neurotransmissor acetilcolina, que nos ajuda a aprender e recordar informações.

Além disso, a gordura guarda calor e umidade, por isso o frio constante e a pele seca podem significar que o corpo precisa de mais gordura como isolamento.