A indústria alimentícia gostaria que você acreditasse que comprar comida é uma questão de preço e conveniência, inclusive esse fruto tão popular que é o tomate. Mais importante, porém, é que tem a ver com sua saúde e a de sua família, a agricultura, o meio ambiente e a economia local, para mencionar apenas algumas das questões envolvidas. Fresco é sempre melhor, mas com estas cinco dicas você aproveitará o tomate ao máximo.

Pense nas suas compras como votos. Ao escolher ou recusar-se a comprar certos produtos, você pode votar a favor ou contra o uso de pesticidas, fertilizantes químicos, conservantes e antibióticos; pode votar a favor de alimentos produzidos localmente ou que foram transportados por centenas ou milhares de quilômetros, inclusive importados.

Leia mais sobre como economizar e evitar desperdício de comida.

Natissima/iStock

1. Guarde-os fora da geladeira

Tomates maduros e recém-colhidos têm um sabor intenso que não é acentuado pela geladeira. Assim, mantenha-os num local fresco, num cesto ou recipiente ventilado, de maneira que o ar possa circular à sua volta. Para ajudar a avivar o sabor de tomates levemente verdes, coloque-os num saco de papel com uma maçã. Faça alguns furinhos no saco com um garfo e deixe em temperatura ambiente por um ou dois dias.


Olenaa/iStock

2. Agarre-se ao sabor

Tomates congelam bem; assim, na safra, preserve alguns para uso futuro. Cultive os seus ou compre os melhores disponíveis na feira ou num mercado produtor local. Extraia o miolo e deixe a polpa inteira. Disponha os tomates num tabuleiro, leve ao freezer e, uma vez congelados, transfira para um saco plástico e leve de volta ao freezer. Podem ser descongelados e usados em molhos, sopas e ensopados. A pele sairá com facilidade se forem deixados do lado de fora até começarem a amolecer. Ou você pode tirar a pele do tomate sob a torneira de água quente.

 


-lvinst-/iStock

3. Faça tomates secos

Outra maneira excelente de saborear tomates fora da estação é secando-os. Corte cada tomate em quatro e descarte as sementes. Seque a polpa com toalha de papel e coloque-os, com a parte cortada para cima, em um tabuleiro grande. Borrife um pouco de azeite, polvilhe com sal e pimenta-do-reino moída na hora – além de ervas aromáticas picadas ou alho, se desejar – e leve ao forno, preaquecido a 150°C, por uma hora. Deixe esfriar e coloque os tomates num recipiente plástico. Duram até duas semanas na geladeira.

 


Romualdo Crissi/iStock

4. Se não tiver tomates frescos, evite tomates enlatados picados

São convenientes e podem até ser bastante saborosos, mas é sempre aconselhável escolher tomates enlatados inteiros. Dessa forma, você pode drenar e jogar fora o líquido da conserva, que tende a ser aguado e ter um sabor levemente metálico. Para a maior parte das receitas você não precisará picar os tomates: só parti-los com os dedos para acrescentá-los a molhos ou ensopados. Na realidade, os bons tomates inteiros enlatados podem ter um sabor melhor do que os frescos.